nsc
nsc

Opinião

PRF é exemplar no combate ao tráfico de drogas e contra a embriaguez ao volante em SC

Compartilhe

Moacir
Por Moacir Pereira
24/09/2019 - 03h30 - Atualizada em: 24/09/2019 - 15h43
(Foto: Leo Munhoz / Diário Catarinense)

Apesar da carência de contingente, a Polícia Rodoviária Federal continua realizando um trabalho exemplar em Santa Catarina de combate ao tráfico de drogas e contra a embriaguez no volante. A campanha desencadeada nas rodovias federais visando a punição dos motoristas bêbados tem registrado números que envergonham a cidadania. No último fim de semana foram multados 299 motoristas.

O aumento das penas impostas aos infratores parece não inibir estes criminosos, que insistem em dirigir alcoolizados, ameaçando a vida de milhares de catarinenses e turistas. A multa aplicada aos condutores embriagados é de R$2.934,70. E eles podem ter suspenso o direito de dirigir por 12 meses.

Parece, contudo, que não tem surtido efeito na prática. Impressiona que se contabilize uma média de 100 autuações por dia. Fica a impressão que os embriagados estão a merecer prisão imediata para ver se o exemplo de penalidade mais rigorosa possa funcionar. Estes números impactantes não têm paralelo nos países desenvolvidos, onde a prática é residual ou inexistente.

O número de vítimas fatais nos fins de semana também já virou rotina, banalizou a violência no trânsito. São, em média, sete mortes. E ninguém se escandaliza mais. Quantos mutilados, imprestáveis para o trabalho, o lazer, a convivência familiar e social? Quantos feridos dependerão do SUS ou da assistência de hospitais públicos?

Nota dez para a Polícia Rodoviária Federal. Não há opção: tem que continuar a vigilância, aplicando penas com o máximo rigor a estes irresponsáveis e criminosos.

Filiação

A ex-secretária estadual da Saúde, Tania Eberhardt, que cancelou filiação no MDB em abril, vai se inscrever no Cidadania no próximo dia 28 de setembro. É mais uma perda do MDB, que não conta mais com o histórico presidente Cleonir Branco. Seu nome começa a ser cogitado para disputar a Prefeitura em 2020.

Rescaldo

O secretário da Fazenda, Paulo Eli, prometeu enviar à Assembleia Legislativa até o dia 31 de outubro o Projeto do Rescaldo, que deverá definir os produtos de consumo popular que deverão receber incentivos e isenções fiscais. A promessa foi feita durante reunião com diretores e técnicos da Fiesc. A reforma tributária também foi debatida no encontro.

Leia também: Paulo Eli informa que o PL do Rescaldo ficará para fim de outubro

Vila Germânica

O ex-governador Eduardo Pinho Moreira contestou informação do deputado Ismael dos Santos (PSD) de que tivesse engavetado a autorização de Raimundo Colombo para liberar recursos à Vila Germânica de Blumenau. Enfatizou:

— Não engavetei nada. Nada tinha sido autorizado. Só prometido e sem fonte de pagamento específica. Como o financiamento do BNDES não saiu, muitas “promessas” não puderam se concretizar.

Moacir Pereira

Colunista

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

siga Moacir Pereira

Últimas do colunista

Loading interface...
Moacir Pereira

Colunista

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

siga Moacir Pereira

Mais colunistas

    Mais colunistas