nsc
    nsc

    Finanças públicas

    Secretário da Fazenda de SC: "as despesas obrigatórias não cabem no orçamento"

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    07/06/2018 - 02h35 - Atualizada em: 07/06/2018 - 02h33
    (Douglas Santos, Divulgação)

    O secretário da Fazenda, Paulo Ely, começou sua fala na votação das contas do governo de Raimundo Colombo de 2017, na quarta-feira (6), no Tribunal de Contas, com sentença contundente: "As despesas obrigatórias não cabem no orçamento do Estado”. 

    Depois, repetiu a mesma afirmação sobre o déficit bilionário recebido pelo governador Eduardo Pinho Moreira (MDB). O rombo em 2018 só para o pagamento destas despesas obrigatórias já está em R$ 3 bilhões.

     

    Extremos

    A sessão de apreciação das contas do governo em 2017 foi presidida pelo conselheiro Dado Cherem, tendo a sua direita o atual secretário da Fazenda, Paulo Eli, e à esquerda o ex-secretário da Casa Civil, Nelson Serpa. Explanações antagônicas a revelam avaliações distantes e extremas entre os dois períodos. Eli, apontando os furos; Serpa, falando os méritos do governo Colombo, por não ter aumentado impostos.

    Veja também: Alesc não tem prazo para ocupar novo prédio no Centro de Florianópolis   

    Câmara cancela benefícios a João Rodrigues

     

    Bez assume

    O deputado federal João Rodrigues(PSD) perderá, a partir desta sexta-feira (8), o direito a subsídios, apartamento funcional e outras regalias atribuídas aos parlamentares. Decisão tomada ontem pela Mesa da Câmara Federal. Nesta sexta completam-se 120 dias de sua ausência do Legislativo.

    Assumirá em seu lugar, na segunda-feira (11),o suplente Edinho Bez (MDB). Rodrigues continua preso na Papuda, em Brasília, desde sua condenação pelo Supremo Tribunal Federal dia 6 de fevereiro.

     

    Rodrigo de Haro

    Será nesta quinta-feira (7), a partir das 19h, no Museu de Arte do CIC, o lançamento do livro “Rodrigo de Haro, um poeta humanista”, que tive o prazer de escrever para a DoisPorQuatroEditora. Traz uma série de entrevistas com o mais erudito dos intelectuais catarinenses, retrospectiva de sua imensa obra artística, produções literárias e mosaicos, além de farta ilustração. Os leitores estão convidados. Ser humano excepcional, Rodrigo é também o artista que mais produz em Santa Catarina.   

     

    Inquéritos

    Condutas ilícitas e até criminosas registradas durante a greve dos caminhoneiros em Santa Catarina estão sendo investigadas pelo Ministério Público Federal. As primeiras conclusões devem ser conhecidas em 30 dias. Sete inquéritos foram instaurados pela Polícia Federal sobre ocorrências em Florianópolis, Joinville, Itajaí, Criciúma, Chapecó, Lages e Dionísio Cerqueira. Entre os investigados, os empresários Emilio Dalcóquio Neto e Luciano Hang.

     

    Decolagem

    Organizadores do ato de lançamento da candidatura do deputado Gelson Merisio (PSD) ao governo estadual neste próximo sábado, em Chapecó, anunciam a presença de lideranças de todo o Estado e, no mínimo, de representantes de nove partidos que integram a coligação. Devem comparecer 20 deputados, 100 prefeitos e outros 100 vices, além de centenas de vereadores. São esperados 140 ônibus.

     

    Dentistas

    Academia Catarinense de Odontologia realizará nesta sexta-feira (8), às 20h, no Hotel Bica d’Agua, solenidade comemorativa dos 26 anos de fundação. O professor Ricardo Magini será homenageado com a Medalha do Mérito em Pesquisa. Os professores José Agostinho Platt e Giovana Santa Rosa receberão o Mérito Acadêmico. Já o acadêmico Nivaldo Murilo Diegoli será homenageado pelos 50 anos em odontologia.

     

    Leia outras publicações de Moacir Pereira

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas