publicidade

Navegue por
Moacir

TRE-SC: iniciativa pioneira para combater fake news

Compartilhe

Por Moacir Pereira
11/10/2018 - 10h34 - Atualizada em: 11/10/2018 - 10h41

Um fato novo marca a campanha de segundo turno em Santa Catarina. O presidente do TRE, desembargador Ricardo Roesler, acionou a Polícia Federal para investigar a produção e a disseminação de fake news na campanha de primeiro turno no Estado.

A Justiça Eleitoral tem os nomes dos produtores e dos distribuidores destas noticias falsas, relativas a segurança das urnas eletrônicas e do processo eleitoral.

As redes sociais tiveram papel decisivo no primeiro turno, como provaram os resultados para cargos majoritários e proporcionais. Mas também foram usadas para confundir e enganar os eleitores.

Esta iniciativa do TRE catarinense é pioneira no Brasil. Merece o apoio de toda a sociedade civil porque as redes sociais estão se tornando em campo minado da politica e até da vida social.

Tem muita gente que deixou de usar Twitter e Facebook pelo uso indevido, irresponsável e até criminoso.

Na campanha do segundo turno para presidência da republica já no primeiro dia começaram a ser divulgadas informações falsas. A maioria delas do candidato Fernando Haddad contra seu opositor Jair Bolsonaro.

O presidente do TRE enfatiza com razão que é preciso restabelecer a ordem politica e jurídica e até mesmo a paz social.

Com um alerta para todos os usuários da internet: quem encaminha noticias falsas também é passível de processo criminal.

Acompanhe o projeto Comprova

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação