nsc
    nsc

    Infraestrutura

    Empresa deveria concluir obra e buscar compensações na Justiça, diz secretário sobre rodovia Jorge Lacerda

    Compartilhe

    Por Pancho
    30/01/2020 - 09h47 - Atualizada em: 30/01/2020 - 09h57
    Revitalização da Rodovia Jorge Lacerda
    Obra parada e mal sinalizada oferece riscos a motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. Foto: Luiz Carlos Souza, NSC TV

    Em entrevista ao telejornal Bom Dia Santa Catarina (NSC TV), o secretário de Estado da Infraestrutura, Carlos Hassler, repassou na manhã desta quinta-feira mais informações sobre o impasse que gerou a paralisação das obras na Rodovia Jorge Lacerda (SC-412), que estava sendo revitalizada no trecho entre Gaspar e BR-101.

    Segundo Hassler, a Almeida & Filhos Terraplanagens, empresa contratada para o serviço, deveria concluir a obra e pedir a compensação financeira que ela acha devida na Justiça. No ano passado a empresa pediu um aditivo de mais de R$ 4 milhões que foi negado pelo governo do Estado. O secretário diz que não há justificativa técnica para o valor adicional.

    Com a negativa a empresa pediu a rescisão do contrato e abandonou os trabalhos, interrompidos no final do ano passado. Hassler disse que, aparentemente, a Almeida & Filhos começou com um tipo de pressão do tipo “se não pagar eu não continuo”, com a qual ele não concorda:

    — Era para inaugurar agora essa obra, mas por conta da postura da empresa estamos nessa situação.

    Carlos Hassler disse que o pedido de rescisão do contrato está sendo analisado. Se for aceito, a solução será lançar uma nova licitação para contratar uma empresa que ficará responsável pela conclusão dos trabalhos. Seriam, no mínimo, mais seis meses de espera para o reinício dos trabalhos.

    Ontem conversei por telefone com o diretor da Almeida & Filhos Terraplanagens, Antônio Almeida Neto. Da sede da empresa, em Volta Redonda (RJ), ele disse que não se manifestaria sobre o assunto e que todas as informações deveriam ser fornecidas pelo governo do Estado.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas