nsc
    nsc

    Solidariedade

    Entidade que ajuda famílias no enfrentamento à mielomeningocele pede ajuda em tempos de quarentena

    Compartilhe

    Por Pancho
    01/04/2020 - 09h01 - Atualizada em: 01/04/2020 - 09h09
    AAPPM Blumenau
    Foto: divulgação

    A Associação de Amigos, Pais e Portadores de Mielomeningocele (AAPPM), de Blumenau, pede ajuda à comunidade para continuar com o atendimento e o suporte às famílias que têm integrantes com a má-formação congênita. A única fonte de renda fixa da entidade é o brechó, que está fechado devido ao decreto estadual para inibir a circulação de pessoas durante a ascenção do novo coronavírus.

    No momento 93 famílias são atendidas e a AAPPM precisa, principalmente, de alimentos não perecíveis, fraldas descartáveis infantil e adulto, leite em pó tipo NAN 1 e produtos de higiene pessoal. Segundo a entidade, muitos chefes dessas famílias são trabalhadores informais e passam por dificuldades maiores nesta época de isolamento.

    Quem puder colaborar pode ligar para o telefone de plantão da AAPPM, 47 99215-5463, e combinar a entrega ou recolhimento dos donativos.​​​

    Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Aliás, a dificuldade da AAPPM é a de muitas entidades que prestam esse importante serviço a diferentes grupos de pessoas que precisam de ajuda. Se você conhece alguma dessas entidades e tem acesso a elas, procure saber de que maneira elas podem ser apoiadas neste momento. Solidariedade faz toda diferença em tempos como os de agora.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas