nsc

publicidade

Pancho

Política

Governo estadual tem inúmeras e importantes pendências com o Médio Vale do Itajaí

Compartilhe

Por Pancho
31/05/2019 - 09h59 - Atualizada em: 31/05/2019 - 10h04
Reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Itajaí ocorreu na sede da Ammvi
Reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Itajaí ocorreu na sede da Ammvi. Foto: Pancho

Deputados estaduais do Médio Vale do Itajaí se reuniram ontem à noite com representantes da comunidade para conhecer melhor os desejos da região em relação ao governo estadual e, com isso, traçar estratégias de atuação na Assembleia Legislativa. Foi na sede da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi), que teve o auditório parcialmente ocupado por cerca de 60 pessoas interessadas em acompanhar a discussão e colocar o ponto de vista delas.

Apesar de ser uma obra federal, a duplicação da BR-470 foi citada por alguns. Lideranças empresariais, em especial, acreditam que o governador Carlos Moisés (PSL) tem papel fundamental junto ao presidente e correligionário Jair Bolsonaro (PSL) na pressão por mais recursos e agilidade na obra.

A saúde foi outro ponto bastante debatido. Muito se falou sobre a necessidade de um hospital regional ou de o governo do Estado assumir maior responsabilidade por parte dos atendimentos feitos pelo hospitais da região, como o Santo Antônio (Blumenau), Perpétuo Socorro (Gaspar), Beatriz Ramos (Indaial) e OASE (Timbó). Ficou claro o descontentamento de políticos e lideranças em relação ao pouco — comparado com outras regiões — que o Estado destina para o setor no Médio Vale do Itajaí.

Rodovias estaduais também foram abordadas. Os presentes aproveitaram a presença do secretário de Estado de Infraestrutura, Carlos Hassler, para cobrar promessas já feitas. Muito foi dito em relação ao prolongamento da Via Expressa em Blumenau, que dará origem à nova SC-108, mas não foram esquecidas a tardia e necessária conclusão da revitalização da rodovia Jorge Lacerda (SC-412) e a falta de manutenção em outras estradas da região, como a SC-110, entre Pomerode e Jaraguá do Sul. Infelizmente o secretário Hassler se limitou a responder algumas perguntas pontuais e nada trouxe de novidade em relação às obras citadas.

Da mesma forma, prefeitos da região aproveitaram a oportunidade para reforçar o pedido em relação às obras necessárias para minimizar os impactos das enchentes no Vale do Itajaí. Ao lado da melhoria da malha viária e da construção do hospital regional, a contenção de cheias foi um dos pedidos listados como prioridade pela Ammvi em documento entregue ao coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Itajaí, deputado Ricardo Alba (PSL). Um técnico da Defesa Civil do Estado tirou dúvidas, mas tampouco trouxe novidades em relação ao tema.

Ricardo Alba coordena Frente Parlamentar
Ricardo Alba coordena Frente Parlamentar
(Foto: )

Segurança pública, educação e região metropolitana foram alguns dos temans que tambpem foram discutidos. O deputado Alba comemorou o resultado da reunião. O grupo de parlamentares não definiu três temas prioritários, como indicava o convite para o evento, mas certamente saiu de Blumenau com uma lista importante de bandeiras pelas quais trabalhar durante o mandato.

Cabe aos mesmos que lá estavam, e até mesmo aos faltosos, acompanhar esse trabalho e pressionar para que o governo do Estado dê a devida atenção à região. Seja diretamente, sempre que possível, ou por meio dos quatro deputados do Médio Vale: Ismael dos Santos (PSD), Ivan Naatz (PV), Laércio Schuster (PSB) e Ricardo Alba (PSL). É deles, agora, a co-responsabilidade de cobrar.

Deixe seu comentário:

Pancho

Pancho

Pancho

O noticiário de Blumenau e região enriquecido com opinião. Política, segurança pública e as polêmicas da região, além da análise, dicas e curiosidades do cotidiano.

pancho@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade