nsc
nsc

Empresas

Após pé no freio com a pandemia, têxtil de Pomerode retoma plano de expansão

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
06/11/2020 - 09h12
Fakini
Sede da empresa de moda infantil fica em Pomerode (Foto: Gilmar de Souza, BD)

A pandemia adiou, mas não anulou o projeto de expansão da Fakini, especializada em moda infantil. Diante da crise sanitária e econômica, a empresa precisou botar o pé no freio. Mas agora, com o mercado dando sinais de reação, os planos foram retomados. A construção de um novo centro de distribuição de 10 mil metros quadrados em Pomerode, prevista para 2020, ficou para o ano que vem. Na sequência virão novos centro administrativo e loja de fábrica na cidade.

​> Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

Enquanto isso, a empresa finaliza a construção de uma estrutura de 2 mil metros quadrados, que começou em 2019. Parte dela será usada para triplicar a capacidade do tratamento de efluentes. Outra servirá como depósito, para armazenar insumos e novos equipamentos. 

Além disso, novas máquinas de estamparia e corte, para aumentar a eficiência do processo produtivo, estão sendo incorporadas ao parque fabril. Novos teares de alta velocidade para a produção de artigos especiais também já foram encomendados e chegam em 2021.

A Fakini não abre o valor do investimento, mas ele é significativo e vai resultar também na abertura de novas vagas de emprego, cálculo que ainda está sendo feito. Depois de um ano difícil, a empresa olha para o futuro. Para 2021, o diretor Francis Fachini estima um crescimento de 20%, tanto nas linhas infantis quanto no feminino adulto – nicho que a companhia entrou no início deste ano com a aquisição da marca Angel.

— As vendas para o próximo ano já começaram aceleradas, com o lançamento das coleções de Inverno 2021 das marcas — diz Francis.

Além da matriz, em Pomerode, a Fakini tem unidades também em Taió, Mirim Doce, Lontras, Agrolândia, São Bento do Sul e Itajaí, que juntas empregam 1,2 mil pessoas. A empresa produz um milhão de peças por mês de vestuário infantil e adulto e soma mais de 10 mil pontos de vendas ativos no Brasil.

Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas