publicidade

Navegue por
Pedro

Mercado cervejeiro

Blumenau está entre as 10 cidades do Brasil que mais registram cervejas

Compartilhe

Por Pedro Machado
12/05/2019 - 15h10 - Atualizada em: 12/05/2019 - 15h10
Foto: Luís C. Kriewall Filho, Especial, BD

Um anuário publicado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reforça a posição de referência de Blumenau no mercado cervejeiro nacional. Segundo o documento, da cidade vieram, em 2018, 165 registros de produtos, o sétimo maior volume do país. Proporcionalmente, isso equivale a uma nova receita para cada 2.136 habitantes.

O Mapa lembra que o registro de cervejas ou chope não necessariamente implica em produção, apenas autorização para. De todo modo, o número não deixa de ser expressivo, até porque é superior ao verificado em metrópoles como Rio de Janeiro e São Paulo.

A liderança do ranking ficou com Porto Alegre, com 465 registros. Na segunda posição aparece a cidade de Nova Lima (MG), seguida por Curitiba (veja a lista ao lado). A quarta colocada é Capim Branco (MG). Aqui o anuário faz uma ponderação: o município mineiro, de 93,5 mil habitantes, tem apenas uma cervejaria. A fábrica, no entanto, é destinada a atender ciganas, o que aumenta o volume de registros.

Ainda conforme o Mapa, o Brasil computou 6,8 mil registros de novas cervejas e chopes em 2018 – mais de 900 deles vindos de Santa Catarina –, além de 210 novas fábricas da bebida.

Ranking nacional de registros da bebida (2018)

Porto Alegre (RS) 465 Nova Lima (MG) 277 Curitiba (PR) 227 Capim Branco (MG) 193 Caxias do Sul (RS) 193 Nova Friburgo (RJ) 168 Blumenau (SC) 165 Rio de Janeiro (RJ) 164 São Paulo (SP) 143 Guapimirim (RJ) 136

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação