nsc
nsc

publicidade

Comércio

Blumenau tem 46 mil consumidores com contas em atraso, aponta o SPC

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
27/11/2019 - 15h26 - Atualizada em: 27/11/2019 - 18h29
Feirão Limpe Seu Nome
Em sua sexta edição, feirão da CDL vai estimular renegociação de dívidas (Foto: Jean Laurindo, BD)

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Blumenau promove na próxima semana a sexta edição do Feirão Limpe Seu Nome, com a participação de pelo menos 100 empresas. É uma nova oportunidade para consumidores inadimplentes colocarem as contas em dia e limparem o nome na praça. A ação ocorre entre os dias 3 e 7 de dezembro no segundo piso do Shopping H, na Rua XV de Novembro. De terça a sexta, o atendimento será das 11h às 17h. No sábado, vai das 9h às 15h.

Segundo dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) levantados pela CDL, Blumenau contabiliza hoje cerca de 46 mil CPFs com registros de alguma dívida – a média é de 1,68 débito por pessoa. Somados, os valores da inadimplência atingem R$ 63,8 milhões. Em relação a CNPJs, são 3.373 registros, com dívidas que alcançam R$ 12,5 milhões.

A ação contará com a participação do Banco do Vale, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Sicredi e Viacredi, além de diversos estabelecimentos comerciais que serão representados pela Central de Cobrança da CDL. As negociações serão feitas diretamente com as empresas, com acompanhando do Procon, que estará à disposição dos consumidores para esclarecer dúvidas. O órgão também vai intermediar o contato com bancos, financeiras e lojas que não participarão do feirão.

Na edição do ano passado, 1.311 consumidores receberam atendimento. No total, foram negociados quase R$ 1,9 milhão, dos quais R$ 755 mil foram efetivamente recuperados para as empresas.

Deixe seu comentário:

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Últimas do colunista

Loading interface...
Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

publicidade

publicidade

Mais colunistas

    publicidade

    publicidade

    Mais colunistas