nsc
nsc

Mercado cervejeiro

Cervejarias de Blumenau criam quatro novas cervejas por semana em 2020

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
04/05/2021 - 10h35
Cerveja
Segundo anuário, 208 novos produtos foram registrados por marcas locais em 2020 (Foto: Luís C. Kriewall Filho, Especial, BD)

Apesar da pandemia, o ano de 2020 foi de diversificação de sabores para cervejarias de Blumenau. Divulgado na semana passada, o Anuário da Cerveja, relatório do Ministério da Agricultura que traça um raio-x do segmento, revela que a cidade contabilizou 208 novos registros de cervejas entre janeiro e dezembro. É como se um novo produto fosse criado por uma marca local a cada 1,75 dia. Ou então quatro novos rótulos surgissem por semana.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Em números absolutos, o resultado coloca Blumenau na quinta posição do ranking nacional de registros, atrás apenas de São Paulo (438), Porto Alegre (349), Itupeva (232) e Curitiba (219). Proporcionalmente à população, a cidade fica na segunda colocação dessa relação dos cinco primeiros, à frente das capitais e atrás apenas do município do interior paulista.

Especialista no ramo e diretor da Escola Superior de Cerveja e Malte, Carlo Bressiani acredita que o principal motivador de lançamentos foi a disseminação de brewpubs – bares que fabricam a própria cerveja e que, segundo ele, “criam o tempo todo”. Esse tipo de negócio ganhou incentivo a partir de uma lei municipal sancionada em 2017, que também fomentou microcervejarias artesanais e cervejeiros caseiros.

— Para as cervejarias maiores, não foi um ano de muita inovação. Mas para as pequenas, com certeza. É um pessoal que atende o público direto e tem que trazer novidade — considera.

O presidente da Associação Vale da Cerveja, Daniel Reginatto, faz avaliação semelhante. Ele lembra que, além da disseminação da cultura cervejeira – Santa Catarina passou o Rio Grande do Sul e se tornou o Estado com mais cervejarias por habitante no Brasil –, o público do segmento “gosta de novidades o tempo todo”.

Ex-presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), Carlo Lapolli também é um dos sócios da Balbúrdia Cervejeira, que se enquadra como um brewpub. Ele estima que só em 2020 foram cerca de 30 registros novos de cerveja no bar.

— O brewpub tem a característica de lançar muita cerveja nova — diz.

Lapolli pondera, no entanto, que uma alteração na instrução normativa que define padrões de qualidade e identidade da cerveja fabricada no Brasil ajudou a ampliar o número de novos registros no ano passado.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas