nsc
nsc

Esporte e lazer

Comitiva de secretaria nacional vem a Blumenau discutir parcerias com o Complexo do Sesi

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
13/07/2021 - 17h38
Prefeitura quer incorporar o espaço, que hoje é administrado pela Fiesc
Prefeitura quer incorporar o espaço, que hoje é administrado pela Fiesc (Foto: Patrick Rodrigues, BD)

Representantes da secretaria nacional de esporte de alto rendimento virão a Blumenau nos próximos dias para visitar as instalações do Complexo Esportivo do Sesi. A agenda foi costurada pela comitiva da prefeitura que esteve em Brasília na última semana atrás de apoio e verbas para municipalizar a estrutura.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

A expectativa inicial era de que o secretário Bruno Souza integrasse a comitiva, mas virão o chefe de gabinete dele, Sandro Felício dos Santos, e o diretor de esporte de base e alto rendimento, Luís Roberto de Moraes Duarte. Eles devem chegar na cidade entre quarta e quinta-feira.

O vereador Alexandre Matias (PSDB), que preside a comissão temporária na Câmara que acompanha o assunto, confirmou a visita durante a sessão desta terça-feira (13). À coluna, disse que a ideia é tratar de futuras parcerias com o governo para amortizar despesas de manutenção do complexo, já imaginando a cessão do Sesi, que pertence à Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), à prefeitura.

Como o Santa tem destacado, a municipalização do Sesi interessa tanto à Fiesc quanto à gestão municipal. Já há consenso entre os envolvidos sobre a importância da transferência – Blumenau vê no complexo uma maneira de fomentar também o turismo. O que ainda está pendente é a forma como isso será feito e quais serão as compensações à entidade industrial.

Do lado do município, a ideia é transformar o Complexo do Sesi em um grande parque público. O secretário de Turismo e Lazer, Marcelo Greuel, chegou inclusive a apresentar na Câmara um projeto que prevê a criação de uma pista de caminhada no entorno do complexo. Parte da estrutura disponível também poderia abrigar secretarias, poupando o pagamento de aluguéis.

Leia também:

Pedidos de seguro-desemprego em SC caem 28% em 2021

Como uma empresa de Blumenau cresceu na pandemia com aluguel de empilhadeiras

​Empresários sugerem que Oktoberfest Blumenau 2021 seja adiada para novembro

CPI do transporte coletivo de Blumenau já tem data da primeira reunião

Comprar sem sair de casa: minimercados em condomínios viram aposta de startup de SC

​​​​​​Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas