nsc
nsc

Economia

Coronavírus em SC: fechamento de empresas ainda não se reflete na Junta Comercial

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
25/04/2020 - 14h04
Contabilidade
Foto: Maykon Lammerhirt, BD

Uma pesquisa divulgada nesta semana pelo Sebrae-SC revelou que a pandemia do novo coronavírus já provocou o fechamento de 10,4 mil empresas no Estado. A entidade projetou o dado a partir de uma amostra de 4.348 entrevistas feitas com empresários de 189 cidades, considerando um universo de 856 mil negócios espalhados por todas as regiões. Na Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc), no entanto, os números são diferentes.

​> Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

Entre os dias 17 de março, data de início da quarentena, e 17 de abril a Jucesc contabilizou a extinção de 2.930 empresas, contra a criação de 9.337. Ou seja, o saldo foi positivo nesse período de 30 dias, com 6.407 novos negócios abertos no Estado. O que explicaria essa significativa diferença?

O presidente da Jucesc, Juliano Chiodelli, considera alguns fatores. O levantamento do Sebrae-SC, avalia, pode de fato ter captado um grande volume de negócios fechados, mas esse processo ainda não foi formalmente concluído. Ou seja, as baixas ainda não apareceram nos registros da Junta Comercial.

— A pesquisa pode ter absorvido a decisão do empreendedor, mas ela não foi efetivamente concretizada ainda — pondera.

O estudo também pode ter representado, na avaliação de Chiodelli, uma fotografia do momento. As entrevistas foram feitas nos dias 13 e 14 de abril, quando o comércio de Santa Catarina tinha recém-reabrido as portas – com exceção de Florianópolis. Para o presidente da Jucesc, essa retomada, ainda que gradual, pode ter feito gente que estava disposta a fechar reavaliar os planos.

— A decisão de fechar uma empresa normalmente não vem no momento inicial de uma crise. O empreendedor ainda tenta enfrentar as dificuldades, reverter a situação. A decisão mais extrema é o fechamento – avalia.

Chiodelli observa ainda que nem todos os 2.390 negócios fechados nos 30 dias iniciais de quarentena são resultado exclusivamente da crise. Há aí decisões que provavelmente já tinham sido tomadas anteriormente, acrescenta. Um mapa mais claro dos impactos da pandemia deve estar disponível nos próximos dias.

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas