publicidade

Pedro

Ensino técnico

Estudantes de Brusque se destacam em competição de robótica espacial nos EUA

Compartilhe

Por Pedro Machado
16/07/2019 - 15h53 - Atualizada em: 16/07/2019 - 22h06
A equipe, da esquerda para a direita: Gustavo Osovski, Louise Caetano (supervisora educacional), Thiago Day (mentor da equipe), Maria Fernanda Knihs, Arthur Gabriel Silveira Sophiatti, Arthur Carminatti, Ana Carolina Uhlmann, Claudio Rhenns (técnico) e Nicolas Patrick Souza (Foto: Divulgação)

Estudantes do Sesi Senai de Brusque fizeram bonito na First Lego League, torneio internacional que ocorreu na semana passada em West Virginia, nos Estados Unidos. Entre e os destaques da competição que reuniu equipes de diversos países, eles criaram um robô com as famosas peças de encaixar que cumpre missões relacionadas ao bem-estar de astronautas em pesquisas espaciais, tema do evento.

O projeto foi um dos mais bem avaliados. A ideia inicial, que credenciou a equipe para ir até os EUA, era criar uma lâmpada, batizada de Sunshine, que emite raios ultravioletas do tipo B e estimula o corpo a sintetizar a vitamina D. A ausência desse nutriente no corpo é comum em astronautas, que no espaço não tem contato com o sol.

Gôndola

A rede de supermercados Koch abriu nesta terça-feira uma nova unidade em Penha, a segunda do grupo na cidade.

Cerveja (1)

Apesar da repercussão ter ficado concentrada principalmente na quantidade de arroz e milho permitida na produção de cervejas - mais tarde ficou esclarecido que o limite de 45% será mantido, via instrução normativa -, o decreto publicado na última semana que altera regras de padronização, classificação e registro de bebidas traz outros benefícios para as cervejarias artesanais, na avaliação do presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), Carlo Lapolli.

Cerveja (2)

Uma das principais conquistas para o setor é a permissão para que ingredientes de origem animal, como mel e lactose, sejam utilizados na produção de cerveja. Na prática, muitos fabricantes já utilizavam essas matérias-primas, mas até então esses rótulos eram classificados como bebidas alcoólicas mistas. Para Lapolli, a medida traz mais segurança jurídica para os produtores.

Deixe seu comentário:

publicidade