publicidade

Navegue por
Pedro

Saúde

Leilão do Hospital Beatriz Ramos, em Indaial, é suspenso pela Justiça

Compartilhe

Por Pedro Machado
11/07/2019 - 10h34 - Atualizada em: 11/07/2019 - 10h34
Foto: Patrick Rodrigues, BD

A Justiça Federal suspendeu o leilão do imóvel que abriga o Hospital Beatriz Ramos, em Indaial. A decisão, confirmada nesta quarta-feira, vem após um acordo de parcelamento da dívida que a unidade de saúde mantém com a União.

No início do ano a 5ª Vara Federal de Blumenau, em um processo de execução fiscal, havia determinado que o prédio e o terreno do hospital fossem leiloados para quitar débitos relacionados ao não recolhimento de impostos, como o INSS de funcionários. A associação mantenedora do Beatriz Ramos recorreu da decisão. A partir de então, houve ampla mobilização de autoridades políticas e representantes da sociedade civil para evitar a perda do patrimônio, o que traria graves consequências para o atendimento à saúde da cidade e da região.

Em março, o juiz federal Leoberto Simão Schmitt Júnior já havia suspendido temporariamente o leilão. Na época, a decisão foi condicionada à concessão de um prazo até 1º de julho para o pagamento das dívidas - até então atualizadas em R$ 1,7 milhão. Com o acordo feito agora, o imóvel não corre mais o risco de ser vendido.

O prefeito de Indaial, André Moser, comemorou a notícia. Em um post feito em uma rede social, escreveu que a prefeitura está "pleiteando ainda mais investimentos para dar uma nova cara ao hospital, tanto na qualidade e ampliação do atendimento médico-hospitalar" e que em breve serão anunciadas novidades para o centro cirúrgico e o pronto-socorro.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação