nsc
    nsc

    Economia

    Visita de secretário de Estado amplia expectativa pelo Centro de Inovação de Blumenau

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    20/05/2020 - 13h07 - Atualizada em: 20/05/2020 - 13h25
    Visita ao Centro de Inovação de Blumenau
    Representantes do governo do Estado visitaram as instalações nesta terça-feira (Foto: Divulgação)

    Sem muito alarde, o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina, Lucas Esmeraldino, visitou nesta terça-feira (19) o futuro Centro de Inovação de Blumenau. Na bagagem, trouxe uma nova promessa de que falta pouco para a inauguração do espaço. O governo do Estado está em vias de assinar um aditivo contratual que prevê a liberação de cerca de R$ 1,3 milhão para finalizar a obra.

    O prédio já está pronto, mas segue desocupado porque faltam a instalação de divisórias nos pavimentos e a finalização do sistema de climatização – alvos desse aditivo. O problema é que esse impasse, envolvendo questões aparentemente simples, se arrasta há mais de um ano e coloca o Centro de Inovação como candidato a elefante branco. Uma burocracia inacreditável e inaceitável, que, espera-se, tenha um ponto final a partir do encontro de ontem. Do contrário, terá sido mais uma visita protocolar e sem resultado efetivo.

    O Instituto Gene, entidade que ficará responsável pela gestão do Centro de Inovação, tem pressa. Já tem um plano para ocupar o espaço, mas não consegue tirá-lo do papel porque não sabe dizer a empresas, instituições e startups quando o prédio estará completamente pronto — o que atrapalha as negociações. O Gene se dispõe a iniciar os trabalhos mesmo antes da instalação das divisórias e da climatização, mas para isso ainda aguarda a liberação do Habite-se e do alvará de uso.

    O governo do Estado diz que o Centro de Inovação de Blumenau está “99% concluído”, e que a pandemia interferiu no cronograma dos trabalhos. Mas não crava data de inauguração. A obra ao lado do campus 2 da Furb começou em 2015 e, desde então, foi alvo de uma série de entraves que até hoje atrasam a conclusão. Depois de pronta, tem tudo para ser um importante instrumento para ajudar na recuperação da economia de Blumenau, abatida pela pandemia.

    Além de Esmeraldino, a comitiva também teve a presença do diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da secretaria, Rafael Meyer, e do deputado estadual Ricardo Alba. Eles foram recebidos pelo prefeito Mario Hildebrandt, pela reitora da Furb, Márcia Sardá Espíndola, e por representantes do Instituto Gene e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Empreendedorismo de Blumenau.

    Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas