nsc
    nsc

    Previsão do tempo

    O que esperar da chuva nos próximos 5 a 10 dias

    Compartilhe

    Puchalski
    Por Puchalski
    07/06/2020 - 07h00 - Atualizada em: 07/06/2020 - 10h25

    Diante da seca que o Estado passa muitas pessoas me perguntam sobre quando vamos ter chuva, mas aquela chuva bem distribuída e com bons volumes. Antes de falar sobre isso, é importante destacar como funciona basicamente a previsão do tempo. Tudo começa pela observação das mais diversas variáveis do tempo.

    Temperatura, formação de nuvens, pressão atmosférica, umidade relativa do ar, direção e a velocidade do vento, entre outros dados. Tudo importa, mas não só na superfície, mas especialmente em altitude e algumas camadas da atmosfera onde as nuvens se formam.

    Tudo começa pela observação dessas variáveis. Isso porque esta condição nos dá um diagnostico do tempo, ou seja, como ele está hoje. A partir daí, essas observações todas vão para os institutos de meteorologia do Brasil e dos outros países. Lá são inseridos em super computadores onde temos softwares conhecidos como modelos meteorológicos.

    Eles sinalizam que a partir do que está acontecendo, o que poderá ocorrer com o tempo nas próximas horas e dias. De posse desses dados, os meteorologistas fazem as análises e traduzem na linguagem da previsão do tempo.

    Mas onde quero chegar com essa conversa? Que mostrar para vocês que a previsão do tempo se baseia nas condições do dia, ou seja, quanto mais para frente é a previsão, mais se afasta da base. Isso aumenta a possibilidade de erro.

    O QUE ESPERAR DA CHUVA NOS PRÓXIMOS 5 A 10 DIAS

    Durante o final desta semana tivemos chuva aqui no Estado. Um outro período propício a chuva é entre dias 9 e 11. Somando o que aconteceu nos últimos dias e o que tem chance de ocorrer na sequência da semana, os volumes podem ser até bem interessantes. Como falei, temos modelos meteorológicos estão em diversos institutos. Abaixo separei três modelos: GFS, ICON e GDPS. Sim, os modelos tem esses nomes em forma de sigla.

    Modelo GFS
    Modelo GFS
    (Foto: )

    Modelo ICON
    Modelo ICON
    (Foto: )

    Modelo GDPS
    Modelo GDPS
    (Foto: )

    Perceberam que mesmo sendo modelos diferentes todos mostram chance de chuva para todo o Sul do Brasil. É normal ter detalhes diferentes. Uns mostram volumes maiores, outro menores. Mas no casa específico, os três sinalizam que a primeira quinzena de junho deverá ter bons volumes de chuva nas áreas mais próximas do RS.

    Vamos torcer para que ocorra!

    Leia também: Seca leva à descoberta de fósseis de 280 milhões de anos no Norte de SC

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas