nsc
    nsc

    publicidade

    Poderemos ter a estiagem do inverno no verão?

    Compartilhe

    Puchalski
    Por Puchalski
    09/11/2019 - 15h00

    Antes de responder essa pergunta quero trazer alguns dados observados ao longo do inverno, que dão uma boa ideia do período bastante seco que passamos. No primeiro mapa temos a anomalia de chuva que ocorreu entre junho e setembro deste ano. Anomalia é a diferença entre o que deveria ter chovido e o que realmente choveu.

    Anomalia de chuva
    Anomalia de chuva
    (Foto: )

    Vejam que do Planalto (meio do Estado) para o Oeste faltou 300 mm a 400 mm de chuva. Boa parte do Estado ficou de 100 mm a 300 mm abaixo do que seria o normal. Para se ter ideia do que isso representa: o que faltou de chuva é como se de junho a setembro nós tivéssemos três destes meses sem uma gota de chuva sequer. Os leitores de Joinville e região devem achar engraçado quando olham o mesmo mapa. Perceberam, né? A região foi a única que teve mais chuva que o padrão. Tivemos quase 100 mm a mais. Está vendo? Nem sempre é ruim morar numa região chuvosa. No entanto, este cenário aos poucos fica no passado.

    Em outubro, a chuva retornou chegando a acumular volumes entre 130 mm e 200 mm em boa parte de SC. Volume que está dentro do que normalmente ocorre neste mês. Só no Oeste e no Litoral é que ainda tivemos menos chuva que o padrão. Porém, é importante: o padrão de outubro é um volume bem alto nestas regiões.

    Chuva outubro 2019
    Chuva outubro 2019
    (Foto: )

    A boa notícia é que mesmo tendo menos de 10 dias, novembro está indo pela mesma linha do mês anterior. A chuva já apareceu e até com bons volumes. Mesmo que tenha aparecido de maneira bem irregular, com algumas áreas chovendo mais do que em outras. Para se ter ideia, em novembro chovendo de 110 mm até 170 mm, temos algo dentro do padrão do mês em SC.

    PREVISÃO CLIMÁTICA

    Apesar de algumas pessoas usarem tempo e clima como sinônimos, estes termos são bem diferentes. Tempo é um período curto, de um a 15 dias. Algo que muda muito rapidamente. Clima é a condição padrão de uma região em um período de uma estação do ano, por exemplo. Portanto, algo que não muda muito rapidamente. Verão quente, inverno frio.

    Para se prever o clima os meteorologistas analisam outros dados. Um dos melhores preditores são as águas dos nossos oceanos. O quanto quente ou fria está a água e os contraste por região são fundamentais. Para SC, é importante as águas do Atlântico na nossa costa e o Pacífico na linha do Equador. Isso por causa de fenômenos como El Niño ou La Niña.

    FÓRUM CLIMÁTICO CATARINENSE

    Uma vez por mês meteorologistas do nosso Estado se reúnem para elaborar a previsão climática dos próximos três meses. No fórum são analisados todos os dados que poderão influenciar a próxima estação. Na última reunião foi elaborada a previsão de consenso para o período entre este mês e janeiro de 2020. A primeira informação é: não vamos ter influência nem de El Niño e nem de La Niña, por exemplo.

    Nestes três meses, teremos o que chamamos de neutralidade climática. Em resumo: não há previsão de nenhum fenômeno que possa trazer entre este final de primavera e início de verão algo muito diferente do que estamos acostumados.

    SEM ESTIAGEM

    A resposta da pergunta lá do título é boa. A previsão é que nos próximos meses não deveremos enfrentar um período longo de falta de chuva. É normal ela diminuir entre a segunda quinzena deste mês e a primeira de dezembro. Porém, no geral o trimestre terá chuva dentro do padrão da época do ano.

    Lembro que é um período onde a chuva é mal distribuída, por vezes acompanhadas de temporais localizados, preferencialmente no período da tarde e noite. Já para a temperatura, a notícia é boa para quem gosta de calor. Ela deverá ficar dentro do padrão do período até um pouco acima, sobretudo no Oeste. Apesar de ter um ou outro dia um pouco ameno/frio, o ar quente fica cada vez mais presente e duradouro no Estado.

    Leia as últimas notícias do NSC Total

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC

    Deixe seu comentário:

    publicidade

    publicidade

    publicidade

    publicidade