nsc
nsc

publicidade

Estado

Semana em SC termina com retorno do ar seco

Compartilhe

Puchalski
Por Puchalski
05/12/2019 - 18h32 - Atualizada em: 06/12/2019 - 09h21
Tempo (Foto: Diorgenes Pandini/NSC Total)
Tempo (Foto: Diorgenes Pandini/NSC Total)

A semana termina com o retorno de uma massa de ar seco que vem logo após a passagem da frente fria por Santa Catarina nesta quinta-feira (5). Com isso, vamos ter o sol em todas as regiões, com ele até predominando em boa parte das cidades. O início do dia tem mais nuvens no Norte, parte do Litoral e Vale do Itajaí.

Depois de um amanhecer ameno e com um pouco de frio na Serra catarinense, vamos ter uma tarde agradável para quente. Ou seja, temperatura de primavera. Ao longo da tarde, de 25 a 27°C em boa parte das cidades.

FRIO DO AMANHECER NA SERRA

Para terem ideia chegamos ter 1ºC hoje cedo em Urupema. Tivemos algo entre 3 e 6ºC em várias cidades como Urubici e Bom Jardim da Serra. No interior de São Joaquim, áreas de baixadas, até a geada apareceu

Geada
Geada no Caminho das Neves - Interior de São Joaquim
(Foto: )

Previsão para o fim de semana

Esse ar seco ainda irá predominar no sábado (7). O começo do fim de semana não só seguirá com a presença do sol como deverá até predominar. Temperaturas da tarde se aproximando dos 28 a 30°C.

O sol novamente retorna no domingo (8), mas as nuvens voltam a aparecer um pouco mais. O início do dia tem muitas nuvens no Norte e no Vale. Poucas cidades terão até um tempo instável nas primeiras horas do dia.

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Leandro Puchalski

Colunista

Puchalski

Leandro Puchalski é o meteorologista da NSC Comunicação. Explica como os fenômenos climáticos impactam na vida dos catarinenses.

siga Puchalski

Últimas do colunista

Loading interface...
Leandro Puchalski

Colunista

Puchalski

Leandro Puchalski é o meteorologista da NSC Comunicação. Explica como os fenômenos climáticos impactam na vida dos catarinenses.

siga Puchalski

publicidade

publicidade

Mais colunistas

    publicidade

    publicidade

    Mais colunistas