nsc
nsc

Festas

“Aventureiros clandestinos” atrapalham retomada segura dos eventos, diz associação

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
11/01/2022 - 18h50
Imagens de supostas festas ocorridas na virada do ano em SC circulam nas redes sociais
Imagens de supostas festas ocorridas na virada do ano em SC circulam nas redes sociais (Foto: Página Brasilfedecovid/Reprodução/Instagram)

O setor de eventos quer que o governo de Santa Catarina reassuma o comando de enfrentamento da pandemia. Em dezembro do ano passado, o executivo estadual mudou a regra para os grandes eventos com mais de 500 pessoas. O chamado Evento Seguro, com exigência da vacina ou apresentação do teste negativo, passou de “obrigação” para “recomendação”, e a palavra final é das prefeituras.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Nesta segunda-feira (10), houve uma reunião dos representantes da Associação Catarinense das Casas de Shows, Artistas, Músicos (ASCCASMUS) e o secretário da Saúde (SC), André Motta Ribeiro.

“Nós pedimos para o governo reassumir o controle e definir as regras. Nós fizemos tudo o que o governo pediu e quando o mapa de risco ficou todo no azul, mudaram as regras. Nós contratamos engenheiro sanitarista para cumprir as regras do Evento Seguro e, agora, o governo tira a sua responsabilidade e passa a bola aos municípios. Os municípios estão baixando decretos sem critério. E temos aventureiros clandestinos e autorizados pelo poder público, como organizar eventos ao ar livre para cerca de 30 mil pessoas, sem controle. E os prefeitos precisam coibir isso”, disse Sandro Fortes, presidente da ASCCASMUS.

Em entrevista ao NSC Notícias desta segunda-feira (10), o secretário da Saúde (SC), André Motta Ribeiro disse que “não são necessárias novas regras, mas sim, que as atuais sejam respeitadas”.

Ouça a entrevista com Sandro Fortes, presidente da ASCCASMUS:

Leia Mais:

Governo de SC garante volta às aulas 100% presenciais em fevereiro

Professor de urbanismo diz que Florianópolis terá "salto" na verticalização de prédios; prefeitura nega

Novo operador do Samu de SC deve ser conhecido em fevereiro

Proibição do carnaval em Florianópolis só faz sentido se o mesmo ocorrer nas festas privadas

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas