nsc
    nsc

    Política

    Estado catarinense possui imóveis até no Paraná

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    11/11/2019 - 18h00 - Atualizada em: 12/11/2019 - 06h42
    Secretário de Administração de SC, Jorge Tasca coordena inventário imobiliário catarinense (Foto: Diórgenes Pandini / Diário Catarinense)
    Secretário de Administração de SC, Jorge Tasca coordena inventário imobiliário catarinense (Foto: Diórgenes Pandini / Diário Catarinense)

    O Poder Executivo catarinense possui três imóveis no Paraná. São bens que foram repassados ao Estado vizinho como pagamento de tributos. Uma casa de madeira em Curitiba e dois terrenos em União da Vitória. A informação é do Sistema de Gestão de Bens Imóveis do Estado, gerenciado pela diretoria de Gestão Patrimonial da Secretaria Estadual da Administração.

    O governo Moisés realiza um inventário dos imóveis que pertencem a Santa Catarina. Os números são impressionantes: 4.744 terrenos e 4.006 edificações, avaliados aproximadamente em R$7,7 bilhões em imóveis no total.

    A grande maioria é utilizada como escolas e hospitais. Mas não havia até então qualquer controle sobre esse patrimônio. Um amplo levantamento é coordenado pelo secretário Administração de SC, Jorge Eduardo Tasca.

    Finalizado esse trabalho, o governo irá avaliar o que poderá ser vendido e o que poderá ser utilizado.

    — Não havia controle algum sobre estes imóveis. Há um custo de manutenção e deterioração pela falta de cuidados. O que for útil, vamos aproveitar e reduzir gasto com aluguéis usando o nosso patrimônio. O que não for, vamos vender — explica Tasca.

    Contratações

    O governo de SC deve lançar nos próximos dias um edital de processo seletivo temporário para contratar seis topógrafos e seis engenheiros. Eles vão trabalhar no georreferenciamento e avaliação destes imóveis.

    Importante distinguir dois tipos de imóveis: o que foram adquiridos em troca de pagamento de dívida podem ser vendidos imediatamente; os demais precisam de aval da Alesc.

    No dia 4 de dezembro, o governo vai leiloar oito imóveis, num total de R$ 1,3 milhões. São imóveis adquiridos de contribuintes devedores de ICMS.

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas