nsc
    nsc

    ESPORTES

    2020: o ano que mudou a história do mundo

    Compartilhe

    Roberto
    Por Roberto Alves
    25/03/2020 - 10h56 - Atualizada em: 25/03/2020 - 11h00
    Mercado Público
    Mercado Público vazio.

    Todos estão sendo atingidos. No segmento esportivo, com o que trabalho, o estrago está feito e a solução ninguém tem. O que mais preocupa neste momento não é a volta do futebol em si mas o aspecto financeiro a que estão submetidos clubes e profissionais.

    Diminuição de salários? Férias antecipadas? Contratos rompidos, CLT, enfim o que fazer. É preciso encontrar uma solução capaz de não prejudicar nenhuma das partes e isso é muito difícil.

    Santa Catarina

    No Estado, a primeira decisão é oficializar férias antecipadas para ganhar tempo. Em meio ao período as negociações vão aparecer. Do jeito que está a situação e sem alarmismo há dúvidas quanto a volta do futebol ainda este ano. Se assim for, será uma tragédia para os clubes.

    Alguns estão imaginando que em setembro podemos voltar a normalidade. É o caso da NBA, ATP de tênis, Formula Um, Eurocopa, Liga dos Campeões, enfim, a CBF ainda não se pronunciou.

    Avaí e Figueirense distribuíram uma cartilha aos seus atletas para ser observada neste período de paralisação. Alguns jogadores tem sido vistos correndo em avenidas ou parques o que é um risco neste momento.

    Nossa atividade

    Home Office.
    Em Home Office.
    (Foto: )

    A NSC disponibilizou para todos os seus profissionais equipamentos especiais para que o trabalho não sofresse solução de continuidade. Estamos em Home Office, ou seja, apresentando e participando dos programas diretamente de nossas residências.

    O Debate Diário, por exemplo, das 13h na CBN está com todos os apresentadores em casa e com qualidade de som local ou seja como se estivéssemos no estúdio. Uma forma da empresa contribuir para a diminuição da circulação do coronavírus inclusive com nossa redação quase vazia. O jornalismo da NSC está em casa também com um trabalho de muita qualidade.

    Um profissionalismo fantástico e uma cobertura como não tinha visto nos meus 63 anos de carreira. Estamos em alerta 24h por dia priorizando o ouvinte, o telespectador e os nossos canais digitais. Dá gosto trabalhar embora o assunto não favoreça a ninguém.

    Em página especial, saiba tudo sobre coronavírus

    Vídeo 

    A Fundação Municipal de Esportes de Florianópolis distribuiu vídeo com apresentação do seu superintendente Maycon Oliveira explicando o que a FME está fazendo neste período de paralisação. Vários atletas da capital gravaram depoimentos conclamando a população a ficar em casa e respeitar as orientações do Ministério da Saúde e da prefeitura de Florianópolis.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas