publicidade

Navegue por
Roberto

Futebol

Brasil tem obrigação de vencer a Venezuela nesta terça-feira

Compartilhe

Por Roberto Alves
18/06/2019 - 03h45 - Atualizada em: 18/06/2019 - 07h16
Lucas Figueiredo / CBF/Divulgação
(Foto: )

Pode até não ser, mas o Brasil tem, nesta terça-feira (18) a obrigação de vencer, convencer e até golear a Venezuela. Isso manterá o interesse pela nossa Seleção até ela encontrar com um adversário mais qualificado nas quartas de finais.

O atacante Soteldo, do Santos, disse que a Venezuela tem time para ganhar do Brasil. Seria um feito histórico, pois apenas uma vez eles nos venceram – um amistoso em 2008. Otimista esse Soteldo, hein? Mas com todo direito, claro. A gente vive dizendo que no futebol tudo pode acontecer...

Cruzamento

O torcedor está ansioso para ver um Brasil x Argentina. Na próxima fase isso pode acontecer se os argentinos ficarem em terceiro lugar e o Brasil em primeiro, ou a Seleção ser a segunda e eles também. Difícil é o Brasil não ser primeiro.

Público decepciona

A Fifa quer saber o motivo do público não ser o esperado na Copa América. Fácil. A maioria das seleções veio para participar e não disputar nada. A Copa está limitada a Brasil, Argentina e Uruguai, com a Colômbia correndo por fora. O resto veio passear. O público não é bobo. Ingressos com valores altíssimos e arquibancadas quase vazias. Esperava-se algo melhor que isso por acaso?

Mundial feminino

O mesmo vem ocorrendo na França, com a pequena presença de público nos estádios. Exatamente o contrário do que ocorre na televisão, onde a audiência aumentou com os jogos do mundial feminino. 

Vantagem

O Brusque acabou levando para o segundo jogo contra o Hercílio Luz uma bela vantagem, domingo próximo. O empate em casa é de se considerar. O Brusque não terá sua zaga principal, expulsa no Aníbal Costa. 

Leão do Sul

No bicampeonato Estadual 1957/58, as finais foram contra o Carlos Renaux, de Brusque, com jogos decisivos em Florianópolis. As duas cidades estarão novamente frente a frente na Série D do Brasileiro, com a diferença de que não é uma decisão de título.

Manifestações

A maioria dos torcedores do Figueirense opinou pela ida de Hemerson Maria para o Catar. Acham que o profissional merece, neste momento, pensar também no futuro de sua família. Mas ele fica.

Leia também: Copa América precisa ser valorizada

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação