nsc
    nsc

    Futebol

    Clássico, julgamento e uma pausa para a Copa do Brasil

    Compartilhe

    Roberto
    Por Roberto Alves
    05/02/2020 - 10h59
    Clássico, julgamento e uma pausa para a Copa do Brasil
    Clássico, julgamento e uma pausa para a Copa do Brasil (Foto: Diorgenes Pandini)

    A opinião pública está atenta. Na rodas do futebol se diz que o julgamento do clássico em todos os sentidos vai terminar em pizza, o que não acredito.

    O futebol mudou gente. O profissionalismo passou a exigir mais responsabilidade em todos os setores e não será diferente na justiça desportiva. O seus integrantes são homens de responsabilidade cuja atuação não pode fugir à lei. Por outro lado, há também os bons advogados cuja função é defender seus clientes.

    Um bom advogado ou um time deles especializados em direito desportivo pode conseguir resultados formidáveis e dentro do que a lei permite.

    O que está neste momento proposto é o que diz os artigos em que foram incluídos o Figueirense e jogador Bruno Silva.

    O Avaí alega e vai oficializar em sua defesa que o Figueirense é o clube que mais teve o campo invadido no Brasil. Foram 21 vezes. Levantará uma questão; “Quem garante que os que invadiram o campo ou os que entraram num briga direta no estádio não estariam armados?”. Para os advogados tudo é possível e todas as premissas devem ser levantadas.

    Para nós leigos soa como absurda a possibilidade de arma no estádio.

    A tese da defesa será levantada também pelo Avaí que enfatizará o fato de que Bruno Silva procurou se defender pois não sabia o objetivo dos invasores.

    Outro fato que o Avaí levantará diz respeito a segurança que mais uma vez mostrou-se frágil com a invasão de um torcedor do Figueirense no seu vestiário.

    As reuniões na ressacada são permanentes. O TJD acena com a possibilidade do julgamento ser realizado na próxima terça-feira dia 11.

    A Grande defesa do Figueirense está no fator reconhecimento dos invasores ao campo. Esta é uma situação decisiva para o clube. Reconhecer e puni-los imediatamente conforme estabelece o CBJD.

    Opinião Pública

    De ambos os lados, os avaianos recriminam a agressão de Bruno Silva e a invasão ao gramado para agressão ao jogador do Avaí. Os alvinegros também recriminam a invasão e a atitude do jogador do Avaí.

    A grosso modo a opinião publica trabalha com o mínimo da pena para ambos os casos. Quatro jogos de suspensão para o atleta do Avaí e quatro jogos de punição ao Figueirense.

    Opiniões de bom senso e de quem gosta de futebol.

    Tudo dependerá das defesas no julgamento.

    Uma pausa

    Este jogo do Figueirense quinta-feira às 16:30 em Novo Horizonte vale 550 mil reais de participação. Se passar pula para R$ 1,100 mil e assim sucessivamente numa tabela progressiva da CBF para a Copa do Brasil a competição de melhor premiação no país.

    O alvinegro poderá ter novidades para esta quinta-feira com a volta de Alemão a zaga e Sanchez a lateral esquerda. O Novo Horizonte vem de empate diante do São Paulo no Morumbi e está na frente do seu grupo no campeonato paulista.

    Hoje tem

    O Criciúma que joga nesta quarta-feira às 16:30 contra o Santo André que também faz boa campanha no estadual paulista, ao contrário do tigre que ainda não decolou no estadual catarinense.

    A propósito o julgamento no TJD do presidente do Criciúma, que seria na terça (4), foi transferido.

    Alteração

    A CBF alterou a data de estréia da Chapecoense na Copa do Brasil em Saquarema no Rio de Janeiro contra o Boa Vista. Do Dia 13 às 21:30 passou para o dia 19 às 19:15. Tudo porque o time do Rio de janeiro tem chances de classificar para a próxima etapa do campeonato do Rio de Janeiro.

    Seleção da rodada

    O Instituto Mapa começou a divulgar a partir da quarta rodada a seleção escolhida pelos votos da imprensa esportiva. É o top da bola em mais uma edição.

    Assis – Juventus

    Edson Ratinho – Jec

    Airton – Avai

    Wallace – Marcilio Dias

    Paulinho – M.Dias

    Pedro Castro – Avai

    Davi Lopes – Tubarão

    Thiago Alagoano – Brusque

    Eliomar – Tubarão

    Jonathan – Avai

    Adriano – Jec

    Ténico – Jersinho- Brusque

    Arbitro – Diego Cidral

    Roga-se aos alegres companheiros da imprensa que não exagerem nas notas. Nem para mais nem para menos.

    Novas regras

    O Avaí divulgou na terça feira novas regras de acesso as cabines de imprensa da Ressacada. Concordo com todas as proibições determinadas pelo clube com intuito de dar segurança a imprensa e ao trabalho dos profissionais.

    Só que precisará cuidar também a presença de torcedores que tem sido comum nas cabines de imprensa. No próprio corredor do segundo andar do estádio onde estão localizadas as cabines de rádio e Tv fácil é perceber a circulação de gente não credenciada. Novas regras para tudo e para todos.

    Ranking feminino

    foto FCF/divulgação
    (Foto: )

    Quatro clubes catarinenses aparecem no ranking da CBF para o futebol feminino entre os 100 do Brasil.

    O primeiro deles está em 10º lugar considerado top é o Avaí/Kindermann. Os demais são;

    42º - Chapecoense

    62º - Napoli – de Caçador

    70º - Araranguá;

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas