nsc
    nsc

    Futebol

    FCF demite funcionários com objetivo de diminuir folha mensal de salários

    Compartilhe

    Roberto
    Por Roberto Alves
    14/01/2020 - 09h45 - Atualizada em: 14/01/2020 - 09h52
    Rubens Angelotti (Foto: Ronaldo Fontana/CBN Diário)
    Rubens Angelotti (Foto: Ronaldo Fontana/CBN Diário)

    No dia 24 de dezembro quando participou do programa Debate Diário e fez um balanço do ano na Federação Catarinense de Futebol (FCF), o presidente Rubens Angelotti anunciou cortes da folha de pagamento para poder dar sequência ao seu trabalho. Dito e feito. Cinco funcionários foram atingidos pela medida e dois nomes surpreenderam.

    Na relação estão: o assessor especial do presidente, Lédio Dal Toé, que todos sabiam tinha um salário elevado para os padrões da casa, o assessor de imprensa Marcelo Negreiros, que já estava mapeado a algum tempo, um funcionário que no passado chegou a ser motorista do ex presidente Delfim Peixoto, e mais dois da administração da entidade.

    A propósito, todas as demissões foram bem analisadas e encaminhadas de forma amigável pelo presidente da FCF inclusive seu assessor que veio de Criciúma Lédio Dal Toé.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas