nsc

publicidade

Futebol

O que esperar do Brasil nas oitavas de final do Mundial feminino e da Copa América

Compartilhe

Roberto
Por Roberto Alves
22/06/2019 - 06h30
(Foto: Pascal Guyot e Cristiano Andujar)

Começa neste fim de semana as oitavas de final. Coube ao Brasil enfrentar a França, que está entre as boas seleções. Menos mal que escapamos da Alemanha, por enquanto. Temos chance, mas não será fácil. Precisamos jogar um pouco mais para não depender apenas da Marta, que é fora de série. A França vem forte.

Será que vai?

Bem diferente dos bons tempos, o Brasil vai a campo neste sábado com uma preocupação para o torcedor: vencer ou não o Peru? Pelo futebol que estamos jogando é mais que uma dúvida, é uma incerteza absoluta. Os peruanos que jogam muito pela garra e menos pela qualidade. Estão muito longe daquela famosa seleção de 70 dirigida pelo brasileiro Didi. E o Brasil nem se fala. Acreditar é o mínimo que podemos fazer. 

Copa América

O empate do Uruguai com o Japão foi um dos melhores jogos da competição até agora. Os japoneses mostraram que apreenderam muito de futebol desde a ida de Zico para lá. O Uruguai que vimos até aqui, com uma seleção mais que razoável, fez uma grande partida, mas esbarrou na organização e correria nipônica.

Assine o NSC Total para ter acesso ilimitado ao portal, ler as edições digitais do DC, AN e Santa e aproveitar os descontos do Clube NSC. Acesse assinensc.com.br e faça sua assinatura.

Deixe seu comentário:

Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

publicidade