nsc
    nsc

    Futebol

    STJD indefere pedido do Avaí para anular jogo com o CSA

    Compartilhe

    Roberto
    Por Roberto Alves
    15/10/2019 - 14h42 - Atualizada em: 15/10/2019 - 15h08
    Lance polêmico aconteceu aos 21 minutos da etapa final(Foto: Douglas Araújo/MyPhoto Press/Folhapress)
    Lance polêmico aconteceu aos 21 minutos da etapa final(Foto: Douglas Araújo/MyPhoto Press/Folhapress)

    O Presidente do STJD, Paulo Cesar Salomão Filho, indeferiu o recurso do Avaí que pretendia a anulação do jogo realizado contra o CSA sob alegação de interferência equivocada do VAR no resultado final do jogo. No seu despacho, que nem enviou a julgamento, disse que “inexistem fundamentos mínimos para que arrimem a pretensão”. Arquive-se.

    Os dirigentes do Avaí entendem que houve erro de protocolo do VAR na penalidade marcada para o CSA pelo árbitro Anderson Daronco. A falta no interior da grande área foi marcada depois de um toque do lateral Léo nas costas do atacante Ricardo Bueno, que gerou o pênalti, convertido pelo time alagoano, quando o confronto estava empatado em 1 a 1.

    O lance polêmico do jogo aconteceu aos 21 minutos do segundo tempo, quando, após um cruzamento para a área, Léo encostou no atacante Ricardo Bueno e ele se atirou no gramado pedindo a penalidade, que Anderson Daronco não marcou. Quando o jogo parou, o árbitro de vídeo, Wagner Reway, chamou Daronco. O juiz conferiu e anotou a penalidade, lance que revoltou a todos do Avaí.

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas