nsc
    nsc

    SUSPENSOS DESDE MARÇO

    Aeroporto de Joinville ainda sem previsão de retomada de voos 

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    01/05/2020 - 12h20
    No ano passado, movimentação foi recorde no aeroporto de Joinville, com mais de meio milhão de embarques e desembarques (foto: Divulgação)
    No ano passado, movimentação foi recorde no aeroporto de Joinville, com mais de meio milhão de embarques e desembarques (foto: Divulgação)

    Joinville continua em previsão de retomada dos voos regulares. O aeroporto continua em operação, mas os embarques e desembarques das companhias estão suspensos desde o final de março. O movimento já vinha caindo com o início da pandemia de coronavírus e paralisou completamente em abril porque o terminal da cidade não foi previsto na malha essencial.

    A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deve divulgar as escalas para maio nos próximos dias, sem previsão, neste momento, de retorno dos voos para Joinville. A malha essencial foi montada como forma de manter a ligação aérea entre todos os Estados do País. Foi a estratégia encontrada para manter o serviço, ainda que de forma parcial.

    Em Santa Catarina, foram mantidos voos em Florianópolis, Navegantes e Chapecó. Na região de Joinville, o aeroporto de Curitiba também manteve embarques e desembarques. Das quase 15 mil escalas semanais no Brasil, foram mantidas 1,2 mil, ou seja, menos de 10%.

    No ano passado, o aeroporto de Joinville movimentou 567 mil passageiros, em embarques e desembarques. Foi o recorde na história do terminal. Antes da suspensão, o aeroporto operava com seis voos diários, todos para São Paulo.

    Mais colunistas

      Mais colunistas