nsc
nsc

publicidade

PARA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Após críticas, proposta das gratificações encolhe de R$ 5,4 milhões anuais para R$ 383 mil

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
03/12/2019 - 18h27
Projeto envolvendo gratificações na Secretaria de Educação deve ser votado ainda neste ano (foto: Arquivo AN)
Projeto envolvendo gratificações na Secretaria de Educação deve ser votado ainda neste ano (foto: Arquivo AN)

A emenda enviada pela Prefeitura de Joinville à Câmara nesta terça-feira enxuga o projeto de criação e ampliação de gratificações na Secretaria de Educação, reduzindo a previsão de gastos de R$ 5,4 milhões para R$ 383 mil anuais. Críticas à elevação das despesas, assim como resistência ao aumento de ocupantes de funções gratificadas, levaram o governo Udo a revisar o projeto. Na semana passada, foram retiradas propostas de criação de gratificações nas secretarias de Gestão de Pessoas e de Agricultura e Meio Ambiente.

Pela emenda ao projeto na educação, serão criadas 30 gratificações de líderes de área, de R$ 957, 66 cada. As demais mudanças com elevação de gastos foram suprimidas. A emenda mantém a eliminação do cargo de supervisor 2, mas não extingue os cargos de orientador educacional e supervisor, como previa a versão original. Os vereadores devem votar o projeto ainda neste ano.

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Últimas do colunista

Loading interface...
Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

publicidade

publicidade

Mais colunistas

    publicidade

    publicidade

    Mais colunistas