nsc
    nsc

    Com ausência da oposição, Câmara aprova projeto para pagar dívidas da Prefeitura

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    26/12/2019 - 19h08
    Depois da sessão extraordinária desta quinta, Câmara volta a ter sessões em fevereiro, depois do recesso (foto: Mauro Schlieck, CVJ, divulgação)
    Depois da sessão extraordinária desta quinta, Câmara volta a ter sessões em fevereiro, depois do recesso (foto: Mauro Schlieck, CVJ, divulgação)

    A Câmara de Joinville aprovou nesta quinta, em sessão extraordinária, o projeto da Prefeitura para permitir a Secretaria da Fazenda pagar R$ 14 milhões em dívidas, incluindo débitos com o Ipreville e precatórios. Os cinco vereadores da oposição não compareceram, mas o quórum foi garantido e a votação foi feita.

    A votação estava prevista para a semana passada, mas o vereador Ninfo König (PSB), relator da proposta na comissão de Finanças, alegou que usaria o prazo previsto para o período ordinário, o que levaria a análise para fevereiro. A base governista alegou urgência e o caso foi parar na Justiça. Liminar do Tribunal de Justiça concedida a Ninfo suspendeu a votação prevista para segunda. No entanto, o STF atendeu aos recursos da Prefeitura e da Câmara e autorizou a votação. Agora, os vereadores voltam a ter sessões em fevereiro, após o recesso.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas