nsc
    nsc

    ANÚNCIO SERÁ NESTA TERÇA

    Com temor de agravamento da pandemia, Joinville prepara mais ações contra Covid-19

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    23/02/2021 - 10h20 - Atualizada em: 23/02/2021 - 10h49
    Reunião na segunda-feira na prefeitura de Joinville tratou da capacidade de atendimento hospitalar
    Reunião na segunda-feira na prefeitura de Joinville tratou da capacidade de atendimento hospitalar (Foto: Divulgação)

    A possibilidade de agravamento da pandemia fez Joinville reativar o comitê de crise e, na tarde desta terça-feira, a prefeitura anuncia mais ações de enfrentamento ao coronavírus. A possibilidade de adoção de restrições mais drásticas pelo município, como toque de recolher ou lockdown, por exemplo, está descartada. A prefeitura vai se concentrar nas ações sobre a capacidade de atendimento em saúde, enquanto que eventuais medidas mais restritivas devem ser anunciadas pelo governo do Estado.

    O governo Adriano Silva já definiu parte das próximas medidas para o atendimento, inclusive uma reunião está em andamento na manhã desta terça-feira para tratar do assunto, mas vai aguardar as manifestações do governo do Estado para fazer a divulgação: por isso, a entrevista coletiva foi agendada para às 16h30, após a conferência do governador Carlos Moisés com prefeitos para tratar do agravamento da pandemia.

    > SC terá medidas contra o coronavírus: restrições serão definidas nesta terça

    > Novos decretos devem impor restrição de horários e redução de circulação em SC

    > Para se "antecipar" em caso de agravamento da pandemia, Joinville reativa comitê de crise

    > Secretaria de Saúde de Joinville apura se houve mudança no “perfil” das internações por Covid-19​​

    ​> Entre no grupo do A Notícia e receba notícias pelo WhatsApp

    Joinville e região estão em situação “gravíssima” na matriz de risco da pandemia desde o final de novembro. Nesse período, a prefeitura evitou alterar as medidas de restrição por avaliar que a situação estava controlada. No entanto, as internações hospitalares cresceram e, na última sexta, a cidade voltou a ter mais de 100 pacientes internados em UTIs por causa do coronavírus – foi a primeira vez que isso ocorreu em 2021. No último boletim, de segunda-feira, são 98 pessoas em atendimento em leitos de tratamento intensivo. Há 2,4 mil casos ativos de Covid-19.

    A reativação do gabinete de crise, com atuação regional, foi uma forma de antecipar os preparativos para eventual agravamento da pandemia em Joinville e região. A troca de informações permite medir a capacidade de atendimento de cada cidade e definir em quais setores devem receber mais atenção.

    > Udo Döhler recebe alta após ser internado com Covid-19 em Joinville

    > Norte de SC tem dois leitos públicos de UTI Covid-19 disponíveis para 26 cidades

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas