nsc
    nsc

    Exames

    Coronavírus em Joinville: Saúde inicia compra de 36 mil testes rápidos

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    29/03/2020 - 16h50
    Além da compra emergencial, Secretaria de Saúde de Joinville aguarda fornecimento de testes pelo governo federal (foto: AFP)
    Além da compra emergencial, Secretaria de Saúde de Joinville aguarda fornecimento de testes pelo governo federal (foto: AFP)

    Joinville abriu processo de compra 36 mil testes rápidos para detecção do coronavírus, com resultado em até 30 minutos. O material está previsto em edital de compras emergenciais lançado agora, junto com outros produtos (maioria de equipamentos de proteção individual). As propostas devem ser apresentadas pelos fornecedores interessados o dia 31 de março (informações oficiais estão disponíveis no site da prefeitura de Joinville).

    Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus​

    Os testes rápidos serão para utilização pela Secretaria de Saúde de Joinville e pelo Hospital Municipal São José. Na quarta ou quinta-feira, a pasta deverá informar os critérios de aplicação dos exames. Em princípio, será para aplicação em trabalhadores da linha de frente da saúde e os grupos de risco. Estão sendo adquiridos testes rápidos em duas modalidades: para apurar se a infecção é recente ou se o examinado já teve o coronavírus.

    Será a primeira compra desse tipo de teste pelo município. Além dos testes em processo de compra pelo município, a secretaria aguarda pela chegada dos testes a serem distribuídos pelo governo federal. A expectativa é de fornecimento pelo Ministério da Saúde ainda nesta semana.

    Até o momento, a cidade tem nove casos de coronavírus confirmados pelo governo do Estado. O edital do chamamento prevê ainda a compra de mais de 5 milhões de luvas, 204 mil aventais de proteção, 357 mil máscaras, além de álcool gel, sabonete líquido e óculos de proteção. A secretaria tem encontrado dificuldade para atender a demanda de equipamentos de proteção e prioriza a distribuição onde há maior necessidade.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas