nsc

publicidade

Saavedra

Adiada

Discussão sobre a Cosip fica para o segundo semestre na Câmara de Joinville

Compartilhe

Por Saavedra
17/05/2019 - 09h00
Fachada da Câmara de Vereadores de Joinville. (Foto: Salmo Duarte / A Notícia)

Como a mudança no modelo de cobrança só virá a valer a partir do ano que vem, a Cosip saiu do radar da Câmara de Joinville, com a discussão ficando para o segundo semestre.  O governo Udo atendeu ao pedido da base e enviou projeto de criação de mais faixas de consumo, ainda mantendo o formato de cobrança baseado no consumo, mas com possibilidade de redução de gastos para os consumidores. 

Agora, a receita com a Cosip está em R$ 31,1 milhões. No ano passado, no mesmo período, ficou em R$ 21,2 milhões. Se comparar com 2017, antes da mudança na forma de cobrança, a arrecadação havia sido de R$ 15,1 milhões até a metade de maio. O novo modelo, com a colaboração do reajustes na energia, ajudou a turbinar a arrecadação. O projeto com nova A mudança será aprovado até dezembro.

Queda do teto

O MP está perguntando à Prefeitura de Joinville se está pronto o laudo sobre a queda do teto no prédio locado pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, no Anita Garibaldi. Se o documento sobre o desabamento ocorrido em fevereiro estiver finalizado, que seja enviada uma cópia. A 21ª Promotoria de Justiça também está apurando os motivos do incidente por meio de inquérito civil. O MP também quer informação sobre a instalação da secretaria em outros espaços.

Indenização a detento

A Justiça determinou o pagamento da indenização de R$ 3 mil por danos morais a detento da Penitenciária Industrial de Joinville impedido de participar de velório do irmão em 2016 porque não havia agentes penitenciários disponíveis para a escolta. Na decisão, conforme a assessoria do Judiciário, foi citada a lei de execução penal, que concede esse direito. A ação foi apresentada pela Defensoria Pública de SC. Como a decisão foi tomada em primeira instância, cabe recurso.

Demanda

Os diretores da Câmara de Joinville ouviram os chefes de gabinetes dos vereadores para saber quais as necessidades no trabalho dos parlamentares.

O perfil

Há quem não veja motivo para definir já agora o candidato a prefeito de Joinville porque seria preciso esperar para descobrir qual o tipo de administrador os eleitores vão querer. E em meados de 2020 para saber.

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Saavedra

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

jefferson.saavedra@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade