nsc
nsc

VAI A VOTO NOVAMENTE

Emenda é "esquecida" e votação de projeto é anulada na Câmara de Joinville

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
10/12/2019 - 13h58
Câmara de Joinville (neste período com decoração natalina) vai refazer votação de projeto sobre usos às margens em trecho da BR-101 (foto: Mauro Schlieck, CVJ, divulgação)
Câmara de Joinville (neste período com decoração natalina) vai refazer votação de projeto sobre usos às margens em trecho da BR-101 (foto: Mauro Schlieck, CVJ, divulgação)

O “esquecimento” de emenda levou a Câmara de Joinville a anular a votação final do projeto de permissão de mais atividades econômicas em trechos da BR-101 e da rua Tenente Antônio João. Agora, a proposta terá de ser votada novamente, com a inclusão da emenda apresentada pela Prefeitura – o projeto também é do Executivo.

A emenda tratava de uma correção em lei anterior sobre o setor náutico, com adequação em tabelas. A emenda foi aprovada pelos vereadores, mas foi “esquecida” durante a redação final do projeto, feita entre as votações do primeiro e segundo turnos. O equívoco foi notado depois.

O projeto ao qual a emenda foi incluída permite a instalação de indústrias e atacadistas às margens (até 800 metros ao fundo) de trecho ao Sul de BR-101, dentro da área de expansão urbana. Também são liberadas mais atividades econômicas em terrenos com testada em trecho da Tenente Antônio João, na zona Norte.

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Últimas do colunista

Loading interface...
Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas