nsc

publicidade

De saída

Fachini quer carta de liberação do MDB para deixar o partido

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
03/12/2019 - 17h12
Fachini está rompido com o governo Udo desde o ano passado (foto; Mauro Schlieck, divulgação)
Fachini está rompido com o governo Udo desde o ano passado (foto: Mauro Schlieck, divulgação)

Em contato com o deputado federal Carlos Chiodini, Rodrigo Fachini está tentando conseguir uma carta de liberação pela direção estadual do MDB para deixar o partido. O vereador em Joinville tomou a decisão de deixar o MDB há meses e pode aproveitar a janela de transferências em 2020. Mas quer o documento de liberação como uma garantia a mais. “Tenho muitos motivos para deixar o MDB”, diz Fachini. O vereador tem mantido contato com outras legendas, mas ainda não escolheu o futuro partido.

Fachini e Udo Döhler romperam nas eleições do ano passado e, em 2019, o vereador adotou postura oposicionista. A bancada do MDB chegou a não liberar o tempo partidário para Fachini falar na tribuna, mas depois recuou e o vereador tem um período para falar, ainda que reduzido. Em 2020, ele tentará seu terceiro mandato na Câmara de Joinville.

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade