publicidade

Navegue por
Saavedra

Mobilidade urbana

Joinvilenses alertam para a necessidade de mais empresas para o transporte coletivo

Compartilhe

Por Saavedra
05/12/2018 - 19h00 - Atualizada em: 05/12/2018 - 19h00
ônibus
(Foto: )

Nas redes sociais, em comentários sobre as estimativas de população de Joinville, surgiram observações de que uma cidade com mais moradores teria de contar necessariamente com mais empresas atuando no transporte coletivo, a serem escolhidas na futura licitação. Não existe nada disso. 

DNIT prorroga contrato com empresa responsável por contorno ferroviário de Joinville

Uma prefeitura até pode definir o número de empresas do transporte coletivo conforme o tamanho da população – como Joinville fez em relação às funerárias, por exemplo, ainda que a proporção não esteja mais sendo cumprida – mas neste momento não há indicação alguma nesse sentido.

Até porque a prefeitura de Joinville não levou adiante a preparação da concorrência no atual governo. Portanto, se Joinville chegar a 600 mil, 700 mil ou 1 milhão de moradores, nada muda em relação ao número de empresas, pelas regras atuais. 

 

Na ADR

Em Joinville, a futura extinção da Agência de Desenvolvimento Regional levará ao corte de nove cargos comissionados – sendo que um deles hoje é ocupado por servidora de carreira (retorna para a função de origem). Pelo Portal da Transparência, são 32 servidores efetivos lotados na agência (serão distribuídos entre outros órgãos do governo do Estado em Joinville). Há também funcionários cedidos, que deverão retornar aos seus órgãos de origem. O futuro governo Carlos Moisés pretende extinguir as ADRs. 

 

TV Digital

O processo de  desligamento do sinal analógico já começou nas regiões de Joinville e Jaraguá do Sul. Quem entrou na era digital, acompanha a programação da Globo e da NSC TV com mais qualidade de som e imagem. Mas quem ainda não fez a conversão, dá tempo, porque o desligamento total ocorre no dia 17 de dezembro. Para fazer a mudança, basta ter um conversor na sua TV e uma antena de sinal UHF. Mais informações no nsctvdigital.com.br.

 

Já era

Nica Id: 13861082

Assim ficou o terreno do antigo fórum, na área central de Joinville, após a demolição contratada pela Justiça Federal. Agora, a busca é por recursos para a construção da sede própria da Justiça Federal. O Tribunal de Contas da União analisará, a pedido do Judiciário, um modelo baseado em permuta de imóveis. 

Ciclovia de 38 quilômetros está nos planos da duplicação da 280

 

Saúde

A proposta de convênio da prefeitura de Joinville com o Hospital Bethesda prevê até R$ 12,5 milhões em repasses no ano que vem. A transferência do SUS, por meio do Fundo Municipal de Saúde, tratando-se, portanto, de recursos federais. Emendas parlamentares também entram nessa conta.

 

Em análise

A prefeitura de Joinville ainda avalia o que fará com o projeto da cota 40, já aprovado pela Câmara: está sendo analisado se eventual veto parcial não levará à derrubada todo o projeto.

 

Dúvida

Apontada como certa, a volta de Roque Mattei para a Câmara em dezembro ainda não se confirmou. Talvez a volta fique só para fevereiro.

 

Leia também:

Contrabando de cigarros: Estado tem prejuízo anual de R$ 84 milhões

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Saavedra

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação