nsc
    nsc

    RETOMADA DAS ATIVIDADES

    Joinville estuda flexibilizar restrição ao transporte coletivo urbano

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    27/03/2020 - 10h51
    Terminal central vazio: transporte coletivo de Joinville está suspenso desde a semana passada (foto: Eberson Theodoro, arquivo pessoal)
    Terminal central vazio: transporte coletivo de Joinville está suspenso desde a semana passada (foto: Eberson Theodoro, arquivo pessoal)

    A prefeitura de Joinville está estudando uma maneira de flexibilizar as restrições estaduais ao transporte coletivo para permitir o deslocamento de trabalhadores a partir da próxima semana. O governo do Estado anunciou ontem plano de retomada gradual de atividades econômicas, com a permissão de abertura do comércio, restaurantes, prestação de serviços, entre outros, a partir de quarta-feira. Mas o transporte coletivo urbano continua suspenso em Santa Catarina até 8 de abril (mais sete dias a partir de 1º de abril).

    ​Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus​

    A prefeitura alega que a atual frota de fretamento, incluindo ônibus e vans, não tem capacidade de atender a maior demanda de passageiros, mesmo que a retomada seja parcial. Uma das propostas em análise é permitir que parte da frota regular do transporte coletivo seja liberada para fretamento. Há outras sugestões em análise, como linhas para trabalhadores.

    Como há alargamento dos turnos de trabalho nos estabelecimentos industriais – e, a partir de quarta-feira, nos setores comerciais e de serviços – para reduzir aglomerações, o transporte eventualmente flexibilizado também teria restrições, como lotação limite a parte da capacidade dos veículos, por exemplo.

    Os estudos da prefeitura estão em andamento e ainda neste final de semana é possível que seja anunciada a decisão. Os ônibus pararam de circular em Joinville na quinta-feira da semana passada. Apenas linhas para transporte de trabalhadores da saúde são mantidas.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas