nsc

publicidade

Saavedra

Levantamento

Joinville lidera números absolutos de homicídios em SC

Compartilhe

Por Saavedra
13/06/2019 - 09h30
(Foto: Salmo Duarte / A Notícia)

Ainda que o número de mortes seja o menor dos últimos quatro anos, Joinville está na liderança em números absolutos de homicídios em Santa Catarina. Pelos dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública, atualizados nesta quarta-feira (12), foram 38 casos na cidade até o início de junho (eram 43 no mesmo período do ano passado). Em Florianópolis, líder nos últimos dois anos, foram 24 mortes até agora – mesmo proporcionalmente, em comparação com o tamanho da população, Joinville teve mais assassinatos do que a Capital. 

Sem laudo da queda

Até agora, a 21ª Promotoria de Justiça de Joinville não recebeu o laudo sobre as causas da queda do teto do prédio locado pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente no Anita Garibaldi – após o incidente, ainda em fevereiro, a unidade deixou o local e, agora, será transferida para prédio alugado no América. Assim, o Ministério Público está solicitando novamente à Defesa Civil o envio do laudo (se estiver concluído).

Mais informações

Outra situação sobre a qual a 21ª Promotoria de Justiça está buscando informações é sobre o procedimento administrativo feito pela secretaria em relação ao prédio no passado. Informações iniciais apontam que foram feitas adaptações a partir disso, mas o MP quer mais detalhes sobre a situação do imóvel.

Emenda da emenda

O vereador Maurício Peixer (PL) pretende apresentar emenda à emenda da outorga a ser paga pelos proprietários interessados em adotar novos usos em suas áreas, como aquelas que passaram de rurais para urbanas ou deixaram de ser cota 40, por exemplo. O pagamento é feito por causa da valorização do imóvel e para colaborar na infraestrutura necessária no entorno, como no caso das áreas rurais. 

Valorização das áreas

Pela proposta da Prefeitura de Joinville, incluída na emenda da outorga apresentada por James Schroeder (PDT) em projeto do próprio Executivo, a outorga a ser paga será equivalente a 3% a 40% do valor do imóvel, em percentual a ser definido em decreto futuro. A faixa seria para adequar as diferentes situações de valorização dos imóveis e necessidade de investimentos públicos. Para o vereador Peixer, a faixa está larga demais e precisa ser mais detalhada já em lei, não apenas no decreto. 

Para onde vão os quatis

Já tem local escolhido, ainda mantido em sigilo, para a soltura dos quatis do bairro Floresta, em Joinville. Os animais serão capturados logo, para exames, e se estiverem sem problemas de saúde, logo vão para a área escolhida pelo Instituto do Meio Ambiente. Neste momento, estão sendo comprados os kits dos exames nos animais. 

Mais uma

Está sendo preparada mudança no trânsito perto do terminal do Guanabara . Mas o início dos trabalhos está na dependência de recursos para a sinalização. 

Regulação

O contrato da Prefeitura de Joinville para a regulação do saneamento básico, com a Aris, foi prorrogado por mais um ano.

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Saavedra

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

jefferson.saavedra@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade