nsc

publicidade

Saavedra

Abastecimento

Procon de Joinville mantém fiscalização nos postos de combustíveis

Compartilhe

Por Saavedra
31/05/2018 - 03h50
(Salmo Duarte, A Notícia)

Nas vistorias desta quarta-feira (30) nos postos reabastecidos de combustíveis, o Procon de Joinville notou uma elevação dos preços da gasolina em parte dos estabelecimentos, mas sem configurar abusos – como foi detectado na semana passada, inclusive provocando autuações. A fiscalização vai continuar hoje, feriado de Corpus Christi.

Na semana que vem, deverá ser feito um plano de atuação sobre o mercado de combustíveis. Os postos começaram a receber combustíveis em Joinville no final da manhã de de quarta. A normalização do fornecimento ainda deverá levar pelo menos dois dias, conforme o Sindipetro. A gasolina acabou na cidade no domingo, mas desde quinta já havia estabelecimentos sem o produto.

Na segunda e na terça, apenas veículos do poder público e do transporte coletivo foram reabastecidos, em fornecimento especial.

Veja mais notícias sobre a greve

 

Prudente de Moraes

A Prefeitura de Joinville fez o depósito de R$ 151 mil de parte de sua contrapartida, etapa necessária para que o Estado começar a liberar os recursos para a revitalização da rua Prudente de Moraes. O governo do Estado vai repassar R$ 3,9 milhões. Só que o município ainda não lançou o edital de licitação para a contratação de empreiteira para a obra.

Veja também: Entrave para a recuperação da rua Prudente de Moraes

 

Manutenção em rodovias estaduais

Na próxima semana, devem ser iniciados os serviços de recuperação do pavimento em trechos de rodovias estaduais em Garuva, Barra do Sul e São Francisco do Sul, a serem executados pelo Deinfra. A ADR de Joinville informou ontem também que a SC-418 está passando por roçada no trecho da Serra Dona Francisca, com limpeza de canaletas e bueiros na sequência. Melhorias na sinalização também estão previstas. Os reparos na SC-415, em São João do Itaperiú, continuam e a liberação deve ocorrer em dois meses. 

 

No terminal

Maurício Soares quer que os bancos do terminal central de ônibus de Joinville também contem com assentos específicos para idosos e deficientes, assim como já ocorre dentro dos veículos. Se não for possível instalar mais assentos, que sejam identidficados os atuais. 

 

Depois

A entrega dos novos leitos de UTI e o novo setor de tratamento de queimados do Hospital São José acabou ficando para junho – o último cronograma previa maio.

 

Segunda vez

A ampliação do número de leitos de UTI faz parte de acordo fechado com o Ministério Público. É o segundo termo. O primeiro não foi atendido.

 

Volta da Lei Cardozinho

A nova versão da lei para a regularização de construções entrou em vigor ontem em Joinville. Conhecida popularmente como Lei Cardozinho, a legislação permitirá a regularização das construções erguidas até o começo de 2017, início de vigência da LOT. 

 

Gasto com pessoal recua em Joinville

O peso da folha de pagamento dos servidores na receita da Prefeitura de Joinville teve sensível recuo e está agora em 50,10%. O balanço, divulgado nesta semana, é referente aos 12 meses anteriores. No levantamento anterior, com base em 2017, o índice estava em 50,68%. Pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o limite prudencial de gasto com pessoal das prefeituras é de 51,3%, com 54% como limite máximo. 

 

Temor

O governo tem alegado que o peso da folha vai crescer no próximo balanço por causa do impacto nas receitas devido à retração econômica. Outro motivo para o avanço do índice de despesa com pessoal seria a queda na rentabilidade das aplicações do Ipreville, dado presente no cálculo da receita municipal.

 

Comparação

Ainda que tenha recuado proporcionalmente em relação ao balanço de dezembro, a folha tinha peso menor na comparação com o mesmo momento no ano passado. O balanço apontava 48,80%. Nesse período, entre abril de 2017 e abril de 2018, a despesa anual com o funcionalismo municipal passou de R$ 837,8 milhões para R$ 926,6 milhões. Ou seja, quase R$ 89 milhões a mais em um ano. Nesses montantes, estão incluídos os pagamentos previdenciários e o décimo-terceiro salário. 

 

De volta

Com parte de postos de Joinville sem gasolina desde quinta-feira passada, o combustível voltou a chegar nesta quarta (30) à cidade, formando as óbvias filas em frente aos estabelecimentos desde o final da manhã. 

 

Leia outras publicações de Saavedra

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Saavedra

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

jefferson.saavedra@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade