nsc
    nsc

    ALTA DE QUASE 10%

    Receita da Prefeitura de Joinville cresce acima da inflação; despesa acompanha 

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    30/11/2019 - 07h00
    Enquanto que inflação ficou em 2,6%, receita da Prefeitura cresceu 9,7% neste ano (foto: Salmo Duarte)
    Enquanto que inflação ficou em 2,6%, receita da Prefeitura cresceu 9,7% neste ano (foto: Salmo Duarte)

    O tradicional desempenho da receita da Prefeitura de Joinville, com crescimento acima da inflação, está se mantendo em 2019, com resultado até proporcionalmente melhor do que o registrado no ano passado, caso o parâmetro seja o INPC, índice usado para medir a elevação de preços.

    Pelo balanço divulgado nesta semana, a receita líquida da Prefeitura cresceu 9,7% até outubro em comparação com o mesmo período do ano. Em outubro de 2018, o avanço até havia sido maior em relação ao mesmo intervalo do ano anterior: ficou em 11%. Só que naquele momento do ano passado, a inflação acumulada no ano estava em 3,8%. Agora, fechou em 2,6%. Ou seja, se o INPC for tomado como base, o resultado deste ano está sendo proporcionalmente melhor para as finanças da Prefeitura.

    Em quantias, a receita líquida da Prefeitura ficou em R$ 2 bilhões até outubro. Mas, em expediente adotado pela coluna, é preciso retirar a receita patrimonial, formada pelas aplicações do Ipreville, afinal é um recurso que o Executivo não pode usar. Sem isso, a receita fica em R$ 1,5 bilhão. Esse foi montante disponível pela Prefeitura nos dez primeiros meses do ano e foi com base nele que a coluna calculou a alta em relação ao ano passado.

    As despesas acompanham a evolução da receita, em índice até sensivelmente superior, de 10,6% (pelo critério de despesas efetivamente pagas – liquidadas – e não somente empenhadas).

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas