nsc
    nsc

    Secretaria de Saúde de Joinville abre concorrência para realização de exames

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    13/03/2019 - 08h32 - Atualizada em: 13/03/2019 - 08h38

    Com previsão de pagar até R$ 3,9 milhões pelo contrato, a Secretaria de Saúde de Joinville abriu concorrência para a realização de exames, inclusive o Pet-Scan, não disponível pelo SUS na cidade. Serviços de tomografia e angiotomografia (um tipo de tomografia, usada também para exames de artérias e veias) também estão previstos. O contrato atenderá pacientes do Hospital São José e o pagamento será conforme a tabela do SUS. Um dos motivos para a contratação foi o aumento da demanda na área de oncologia. O hospital está tentando a liberação de mais dois aceleradores lineares, com substituição do aparelho atual. 

    Sem lama asfáltica 

    O uso da lama asfáltica, comum em administrações anteriores, foi abandonado pelo governo Udo porque esse tipo de revestimento não seria mais adequado para ruas deterioradas demais. Essa foi a alegação feita pelo secretário Romualdo França em resposta a pergunta de Odir Nunes. A opção foi pelos recapes – que contemplam um número menor de ruas. A reunião na Câmara foi para tratar do atraso nas operações tapa-buracos. 

     

    Lei dos canudos

    A proibição dos canudos de plástico em bares, restaurantes, barracas de rua, food trucks e até no comércio ambulante em Joinville ainda vai depender de regulamentação pela Prefeitura (caso não venha a ser vetada). O autor do projeto, Fabio Dalonso, estipulou prazo de até 180 dias. A outra proposta envolvendo restrição ao plástico, nesse caso os copos, ainda está em análise na Câmara – o autor é Natanael Jordão. 

     

    Nova Cosip

    A nova proposta de modelo de cobrança da Cosip em Joinvolle, com mais faixas escalonadas de consumo, deverá ser enviada logo para a Câmara. A cobrança é dos vereadores. 

     

    Reforma com ajustes

    Escolhido ontem para fazer parte da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, Darci de Matos acredita  em aprovação da reforma da Previdência, o primeiro tema a ser analisado na CCJ. Mas defende alterações na proposta para que sejam mantidos os benefícios de idosos e deficientes com baixa renda e na aposentadoria rural.

     

    Frente parlamentar

    Deputados da região de três associações de municípios, Amunesc, Amvali e Amplanorte montaram uma frente ontem na Assembleia para a defesa das demandas Das regiões Norte e Nordeste do Estado.

     

    Comando no MDB

    Na reunião da bancada do MDB na Assembleia, foi analisada  a possibilidade de Fernando Krelling assumir o comando do partido. Uma das alegações seria a “renovação”, já que o deputado com base eleitoral em Joinville iniciou sua carreira política há poucos anos. Um dos cotados para a presidência, Valdir Cobalchini, também é deputado estadual. Dario Berger, também citado como candidato, ainda não relatou  se realmente quer a presidência.

     

    Localização da base

    Ao que tudo indica, o novo posto da Polícia Militar Rodoviária deverá ficar na Rodovia do Arroz .

     

    O que será feito

    A extinção das ADRs vai se aproximando – será concluída no final de abril – e ainda não há definição sobre o futuro da  sede da unidade de Joinville, na Nove de Março. É possível que continue sendo usado por órgãos estaduais, mas não tem nada acertado. A outra possibilidade, a construção dos prédios residenciais e uma torre para atividades culturais no terreno, não foi adiante (havia planos de dar a largada ainda no ano passado). Em relação ao novo governo, a ideia já foi aprovada. 

    Proposta

    Em projeto apresentado nesta semana na Câmara de Joinville, Fabio Dalonso (PSD) sugere a autorização para publicidade nos carrinhos de coleta de material reciclável. 

    Regras

    Se a proposta for aprovada, caberá à Prefeitura fazer a regulamentação, definindo tamanho, modelo etc. 

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas