Florianópolis

publicidade

Viviane

Ensino

Pais presentes na escola: um bom exemplo de uma creche de Florianópolis 

Compartilhe

Por Viviane Bevilacqua
13/03/2018 - 11h52 - Atualizada em: 13/03/2018 - 11h57
Divulgação/Secretaria de Educação de Florianópolis

Muito se fala sobre a falta de verbas para a educação, e isso vale para todas as fases, do berçário ao doutorado. Problemas de infraestrutura, falta de professores e de material pedagógico, bolsas que simplesmente são canceladas... Tudo isso é verdade, não há quem discorde. Por outro lado, tenho visto por aí muitas iniciativas em escolas que dependem muito mais da criatividade e da boa vontade de todos (professores, pais e alunos) do que propriamente dos recursos públicos, sejam eles municipais, estaduais ou federal.

Um bom exemplo chega da Creche Municipal Lausimar Maria Laus, no Rio Vermelho, em Florianópolis. Todo mundo sabe que colocar o bebê na escolinha pode ser muito estressante, tanto para a criança quanto para as mamães, que vão viver pela primeira vez a experiência de se separar (por algumas horas diárias) de suas crias. Pensando nisso, as professoras de uma turminha de 15 crianças com idades entre 4 meses e 1 ano organizaram um espaço especial com atividades para os familiares nesse momento de adaptação e inserção dos pequenos.

Nos primeiros dias, as mães podiam permanecer na sala, junto com seus bebês, e trocar informações sobre cuidados e alimentação dos filhos com as professoras. Na segunda etapa, elas saíram do campo de visão dos filhos, mas continuaram na escola. Segundo a supervisora escolar Lara Vanessa Schreiber, foram momentos de muito aprendizado para todos. Elas assistiram a vídeos educacionais e até participaram de oficinas onde aprenderam a fazer brinquedos pedagógicos para seus filhos.

Além disso, papais e mamães organizaram uma horta no pátio da creche e iniciaram um canteiro de temperos, que serão utilizados na alimentação das crianças. “O intuito da nossa proposta foi receber as famílias dentro do ambiente escolar e tornar este momento da adaptação menos dolorido”, explica Lara. A iniciativa foi muito legal porque integrar os pais ao ambiente escolar só traz vantagens para todos. A criança perde o medo de ser deixada na escola, os pais vão embora tranquilos porque sabem que seu filhos estão bem cuidados e os professores podem contar com o apoio dos pais sempre que precisarem. Perfeito.

Deixe seu comentário:

Viviane Bevilacqua

Viviane Bevilacqua

Viviane Bevilacqua

Pessoas, lugares e atitudes que fazem refletir a partir de textos que inspiram e convidam a observar com mais atenção detalhes do cotidiano.

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação