nsc

publicidade

Pisando na lua


A conquista da Lua

Há 50 anos, em 19 de julho de 1969, Buzz Aldrin, Michael Collins e Neil Armstrong se preparavam para entrar na órbita da Lua. Depois de mais de três dias de viagem, os motores da Apollo 11 eram acionados novamente em direção a uma das principais conquistas tecnológicas e políticas da humanidade. Foi em meio à Guerra Fria e a uma disputa pela hegemonia entre os Estados Unidos e a URSS que iniciou a corrida espacial. Os soviéticos largaram na frente com o lançamento do primeiro satélite artificial em órbita, o Sputnik, em 1957. No ano seguinte a resposta dos americanos veio com a criação da agência federal responsável pelo programa Apollo, a Nasa.

PARA CHEGAR LÁ

Onze anos depois, um público estimado em 650 milhões de pessoas assistiu, pela televisão, em 20 de julho de 1969, Armstrong dar seus primeiros passos na Lua. Hoje, as imagens que temos do espaço vão além das cenas em preto e branco da época. No imaginário das crianças, entretanto, elas podem ser bem mais coloridas.

Nós conversamos com alguns alunos das escolas Pero Vaz de Caminha, Beatriz de Souza Brito e Adotiva Liberato Valentin, de Florianópolis, sobre o assunto.



A VIAGEM

No dia 16 de julho de 1969, no Centro Espacial John F. Kennedy, na Flórida, era lançado o foguete que marcou a história da exploração espacial. Cheio de combustível, o Saturno V tinha quase 3 mil toneladas, o peso de 400 elefantes, e media 111 metros de altura, 18 a mais do que a Estátua da Liberdade. Um carro que chega a 9,6 quilômetros por litro poderia dirigir ao redor do mundo cerca de 800 vezes com a quantidade de combustível que o foguete usava para uma missão de pouso lunar.

Da partida na Terra até o pouso na Lua, os astronautas da Apollo 11 levaram cerca de quatro dias. Antes de atingir a superfície, a nave se separou em duas partes: Collins permaneceu no módulo de comando, na órbita da Lua, enquanto Aldrin e Armstrong desciam no módulo lunar até a superfície do satélite.

No imaginário das crianças a viagem pode ser bem divertida. Quem sabe uma festa no terceiro andar do foguete?

NA LUA

Quando Armstrong deu seus primeiros passos na Lua ficou registrada uma das frases mais famosas de todos os tempos: "Este é um pequeno passo para o homem, um salto gigantesco para a humanidade". Lá, entre outras coisas, os astronautas coletaram amostras de solo, instalaram um sismógrafo e uma matriz retrorrefletora, fixaram uma bandeira dos EUA e ainda receberam uma ligação do então presidente Richard Nixon.

Para as crianças, o trabalho fica de lado quando o foco é quem eles encontrariam por lá. Histórias de homenzinhos verdes, com antenas e olhos esbugalhados é que não faltam. Até um delivery de pizza na lua é possível.


DE VOLTA PARA CASA

Depois de cerca de 2h30min de trabalho fora da nave, os astronautas voltaram ao módulo lunar, descansaram e iniciaram a jornada de volta pra casa. A tripulação reentrou na atmosfera terrestre no dia 24 de julho, às 12h35min. Pouco depois, mergulharam no Oceano Pacífico, próximo ao Havaí, e foram resgatados em seguida.


LEIA MAIS

HTML tutorial
EXPEDIENTE