nsc
    hora_de_sc

    Cinema

    10 filmes que (ainda) não foram suspensos pela pandemia de coronavírus

    Alguns destes longas não tiveram suas estreias alteradas, enquanto outros já tiveram novas datas marcadas

    12/06/2020 - 09h36

    Compartilhe

    Marina
    Por Marina Martini Lopes
    Sequência do elogiadíssimo longa de 2017 que deu protagonismo à maior super-heroína da DC, "Mulher-Maravilha 1984", como diz o nome, se passa nos anos 1980
    Sequência do elogiadíssimo longa de 2017 que deu protagonismo à maior super-heroína da DC, "Mulher-Maravilha 1984", como diz o nome, se passa nos anos 1980
    (Foto: )

    Em meio à devastação causada na indústria cinematográfica pela pandemia de coronavírus, alguns filmes resistem: são algumas poucas produções que não tiveram suas datas de lançamento adiadas (a maioria, longas que vão parar direto nos serviços de streaming, sem passar pelas salas de cinema); ou então tiveram novas datas agendadas para breve - até o final de agosto, por exemplo; ao contrário de títulos que foram empurrados até mesmo para 2021.

    Alguns dos filmes planejados para os próximos meses foram originalmente pensados como grandes blockbusters: Tenet, de Christopher Nolan, custou mais de US$ 200 milhões. Mulan, novo live-action da Disney; e Mulher-Maravilha 1984, da Warner Bros., também são lançamentos gigantes; que em um mundo pré-coronavírus, a essa altura, estariam sendo promovidos com campanhas de marketing muito mais agressivas.

    Só o tempo vai mostrar, é claro, se estrear essas novidades com os cinemas operando abaixo da capacidade total é uma boa estratégia (isso sem contar que, em muitos lugares do mundo, os cinemas podem ainda estar fechados quando as datas de lançamento chegarem) - lembrando que os estúdios ainda vão precisar contar com a boa vontade do público em usar máscaras durante as sessões e ser submetidos a checagens de temperatura na entrada, por exemplo.

    Mesmo assim, há filmes suficientes com estreias mantidas para que o público possa aproveitar, pelo menos um pouco, a temporada dos "summer movies" - as produções planejadas para estrear entre junho e agosto, durante o verão norte-americano. Confira alguns deles abaixo.

    10 filmes que (ainda) não foram suspensos pela pandemia de coronavírus

    Destacamento Blood - 12 de junho - Netflix

    Spike Lee, vencedor do Oscar de Melhor Roteiro por Infiltrado na Klan, assina a história de quatro veteranos afro-americanos da guerra do Vietnã que voltam ao país à procura dos restos mortais do quinto integrante do destacamento, seu comandante (e também de um tesouro enterrado). Nos flashbacks, o veterano é interpretado por Chadwick Boseman, de Pantera Negra.

    Fúria Incontrolável - 2 de julho - Nos cinemas

    Pelo menos nos Estados Unidos, o filme comandado por Derrick Borte vai ser o primeiro a estrear nos cinemas após o fechamento causado pela pandemia de coronavírus. Russell Crowe é o protagonista deste suspense psicológico, interpretando um motorista descontrolado que, após uma discussão no trânsito, passa a perseguir outra motorista e o filho dela.

    Hamilton - 3 de julho - Disney+

    Okay, é verdade que os brasileiros vão precisar esperar a chegada do serviço de streaming da Disney ao país para assistir a esta produção - mas o curioso é que Hamilton, na contramão da maioria dos filmes, foi na verdade antecipado. O lançamento não é uma nova versão do musical da Broadway, escrito por Lin-Manuel Miranda e aclamado pela crítica: é uma performance gravada do original nos palcos. Hamilton ganhou 11 Tony Awards (o maior prêmio do mundo do teatro) em 2016, além de ter recebido o Prêmio Pulitzer de Drama.

    The Old Guard - 10 de julho - Netflix

    Charlize Theron interpreta a guerreira Andy, que lidera um grupo secreto de mercenários imortais que há séculos luta para proteger o mundo de diversas ameaças. O filme é inspirado em uma HQ de mesmo nome, assinada por Greg Rucka, e tem direção de Gina Prince-Bythewood. Kiky Layne interpreta Nile, uma novata que precisa ser treinada por Andy.

    Tenet - 23 de julho - Nos cinemas

    Ninguém sabe muito sobre a trama de Tenet, nova mega produção do diretor Christopher Nolan: sabe-se que o longa é estrelado por John David Washington e Robert Pattinson, tem a algo a ver com viagens no tempo (ou dobras temporais, ou distorções no tempo, ou qualquer coisa para esses lados da ficção científica), e vai ser o primeiro blockbuster a estrear nos cinemas norte-americanos (e, se tudo der certo, do resto do mundo) depois do início da pandemia de coronavírus.

    Mulan - 23 de julho - Nos cinemas

    Acompanhando Tenet, vem mais um produto da safra de live-actions dos estúdios Disney: é Mulan; que, ao contrário de seus antecessores, procura se afastar da animação original, com um tom menos fantasioso e até mesmo mais adulto. Yifei Liu interpreta a protagonista no filme dirigido por Niki Caro.

    Mulher-Maravilha 1984 - 13 de agosto - Nos cinemas

    Sequência do elogiadíssimo longa de 2017 que deu protagonismo à maior super-heroína da DC, Mulher-Maravilha 1984, como diz o nome, se passa nos anos 1980 - diferente do primeiro filme, ambientado em 1918. Gal Gadot retorna para interpretar a protagonista, e Patty Jenkins assina mais uma vez a direção.

    Os Novos Mutantes - 27 de agosto - Nos cinemas

    A aventura derivada de X-Men parece sofrer de uma maldição: gravado em 2017, o filme estava inicialmente previsto para 2018, e já foi adiado diversas vezes desde então - a mais recente, justamente pela pandemia de coronavírus. Os Novos Mutantes é dirigido por Josh Boone, e tem no elenco Maisie Williams (de Game of Thrones) e Ana Taylor Joy (de A Bruxa e Fragmentado). Vamos esperar que a data de estreia seja mantida desta vez.

    Bob Esponja: O Incrível Resgate - 1º de outubro - Nos cinemas

    Esta é a primeira vez que o personagem Bob Esponja dá as caras em uma versão 3D. O longa animado dá sequência ao filme de 2015, que, na época, foi definido pela crítica como "melhor do que todo mundo esperava."

    A Escolhida - Em 2020 - Nos cinemas

    Ainda sem data exata de estreia (pelo menos no Brasil), A Escolhida é um thriller estrelado pela cantora e também atriz Janelle Monáe. Os produtores são os mesmos de Corra! e Nós, conhecidos por usar terror e suspense para abordar o tema do preconceito racial. Gerard Bush e Christopher Renz assinam roteiro e direção.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Entretenimento

    Colunistas