Continua depois da publicidade

Seja na procura pelo primeiro emprego ou na busca por recolocação profissional, a jornada do candidato gira em torno da empregabilidade, conceito que define a capacidade do indivíduo de conseguir um trabalho e se manter nele, sem ser afetado pelas oscilações do mercado.

Pensando nisso, Távira Magalhães, diretora de RH da Sólides, (HR Tech líder no país em gestão de pessoas para pequenas e médias empresas) preparou 5 dicas para ajudar as pessoas que estão à procura de emprego. Confira!

1. Preencha o currículo corretamente

Todo currículo tem que possuir elementos essenciais, tais como dados pessoais, objetivo profissional, experiência, formação acadêmica, cursos complementares, habilidades e competências. Mas, para um currículo se tornar um documento realmente atrativo, é importante utilizar uma formatação limpa e profissional; destacar as conquistas relevantes e resultados alcançados em experiências anteriores; e adaptar o currículo para cada oportunidade de emprego, personalizando o objetivo profissional e destacando habilidades importantes para a vaga específica. 

Utilize a tecnologia a seu favor

Para plataformas com a utilização de IA, é importante preencher o currículo com palavras-chave e termos semelhantes aos encontrados no anúncio da vaga. Além disso, deve-se levar em consideração que as habilidades e competências podem variar conforme o setor, o nível de cargo e a natureza específica da vaga. Portanto, é importante analisar a descrição do trabalho e a cultura da empresa para entender quais habilidades são mais relevantes para o processo seletivo em questão, independente se esse é conduzido por IA ou por pessoas.

Continua depois da publicidade

2. Trabalhe a sua presença digital

Melhorar sua presença digital e visibilidade online pode definitivamente ser um diferencial em um processo seletivo. Algumas dicas para ajudar o candidato a se destacar neste ambiente são:

  • Criar e otimizar perfis em redes sociais profissionais, como o LinkedIn; 
  • Produzir conteúdos relevantes nessas redes, além de comentar e interagir em posts de outros usuários, lembrando de utilizar palavras-chave relevantes;
  • Seguir os perfis de empresas e profissionais relevantes em sua área;
  • Desenvolver um blog ou um site pessoal;
  • Participar de webinars e eventos online;
  • Solicitar recomendações;
  • Sempre manter o profissionalismo.

Lembre-se de que a presença digital deve ser uma extensão autêntica de quem você é como profissional. Não exagere ou tente parecer alguém que você não é. A consistência e a autenticidade são fundamentais para construir uma presença online positiva e atraente durante um processo seletivo.

3. Analise o mercado de trabalho

Além de mapear as possíveis oportunidades de emprego, é importante também dedicar um tempo para pesquisar os ramos de atividade e os setores em evidência, com o intuito de identificar empresas em crescimento ou em período de contratação. Conhecer as demandas atuais do mercado de trabalho ajuda a encontrar as melhores oportunidades e delimita a procura, orientando a busca no caminho certo. Um boa forma de se fazer isso é pesquisar na internet por empresas que tiveram crescimento nos últimos meses, ou receberam investimentos e, possivelmente, irão contratar mais pessoas.

Continua depois da publicidade

Investir no networking é fundamental para o planejamento de carreira (Imagem:   OPOLJA | Shutterstock)

4. Estabeleça uma rede de networking

No ambiente corporativo, networking é o compartilhamento de informações profissionais ou serviços entre pessoas, empresas ou grupos. Ele permite estabelecer relações proveitosas, formando uma rede de contatos para se conectar a outros profissionais. Sendo assim, o networking fomenta o relacionamento com pessoas interessantes para o planejamento de carreira. 

Com um bom networking é possível obter indicações para futuros trabalhos, discutir ideias ou manter-se sempre atualizado no segmento em que atua. E como fazer essa “política de boa vizinhança”? Sempre que possível, participe de eventos, conferências e encontros promovidos em sua área de atuação. Nessas ocasiões, conseguirá conhecer pessoas que podem te ajudar em sua a carreira.

5. Mantenha-se atualizado

Não importa a área em que você quer trabalhar, se manter atualizado é algo a ser feito constantemente, pois novos aprendizados são sempre bem-vindos. Continuar estudando e acompanhando as tendências da profissão é uma maneira de se atualizar com as mudanças do mercado de trabalho, algo quase obrigatório atualmente. Esteja disposto a se adaptar conforme as demandas, desenvolvendo habilidades e tornando seu perfil profissional mais atraente.

Por fim, seja transparente! Na busca por emprego, não adianta valorizar qualidades que você não tem ou citar experiências não vivenciadas. Os recrutadores estão preparados para identificar pontas soltas e isso será prejudicial para sua imagem. Use de naturalidade e transmita as informações solicitadas com clareza e segurança.

Continua depois da publicidade

Para quem está em busca de um novo emprego, a Sólides lançou um curso gratuito de empregabilidade através do seu Portal de Vagas, com o objetivo de tornar as pessoas mais empregáveis.

Por Flávio Botelho

Destaques do NSC Total