Continua depois da publicidade

É completamente possível proporcionar uma vida feliz, saudável e plena a um cachorro mesmo em um apartamento. O segredo reside na atenção dedicada às necessidades específicas do animal e na criação de um ambiente propício para seu bem-estar. Por isso, a seguir, confira algumas dicas de como tornar o ambiente seguro e aconchegante para o seu amigo canino!  

1. Raças mais indicadas para apartamento  

Shih tzu, poodle toy, lhasa apso, chihuahua, maltês, pug e yorkshire terrier são algumas raças de cães ideais para quem mora em apartamento. Isso porque são animais de pequeno porte e, geralmente, não são muito ativos. Além disso, costumam latir menos e são mais tranquilos.  

2. Diversão para os pets no apartamento

Todos os cachorros precisam de exercício para se manter saudáveis e felizes. Dessa maneira, o tutor precisa encontrar maneiras divertidas e criativas de fornecer exercício aos animais dentro do apartamento.

Os jogos de treinamento de obediência podem ser interessantes, assim como perseguir bolas e brinquedos. Além disso, também é recomendado levá-los para passear na rua com mais frequência, para que eles possam se exercitar. 

Continua depois da publicidade

“Com a população vivendo verticalmente, sem espaço suficiente para os cães se exercitarem, o passeio se torna primordial”, explica a veterinária Caroline Moretti, sócio-fundadora e diretora-geral do Grupo Vet Popular. 

O treinamento fortalece a confiança e a ligação entre o tutor e seu fiel companheiro (Imagem: Prostock-studio | Shutterstock)

3. Eduque e treine o seu animal

Educar e treinar o seu cão é também uma parte importante da vida em apartamento. Por isso, ensinar-lhes comandos básicos como “deitar”, “sentar” ou “ficar”. Isso ajudará a controlar o comportamento do pet. O treinamento também ajudará a construir um relacionamento de confiança entre o tutor e o animal.  

“O adestramento é realizado não só para trabalhar problemas de comportamento, mas também para ensinar o cão como que nós, humanos, gostaríamos que ele se comportasse em diferentes situações”, afirma Camila Hermes, veterinária e adestradora. 

4. Evitando atrito com a vizinhança  

A fim de evitar que o cachorro incomode os vizinhos de apartamento, alguns procedimentos importantes podem ser adotados. Primeiro, é preciso assegurar que o animal aprenda as regras básicas de comportamento. Também é importante ensinar ao pet que latir a noite inteira não é permitido. 

Continua depois da publicidade

5. Carinho que vale a pena  

É claro que ter um cachorro em um apartamento demanda cuidados especiais, mas isso também leva a momentos muito especiais de companhia e carinho. Com alguns ajustes e dedicação, você pode criar um ambiente saudável e feliz para o seu melhor amigo. 

Destaques do NSC Total