nsc
    dc

    Infraestrutura 

    "A gente quer começar uma nova história", diz governador antes de teste de carga na Ponte Hercílio Luz

    Estrutura passa pela última prova antes da reinauguração, marcada para 30 de dezembro 

    18/12/2019 - 20h06 - Atualizada em: 19/12/2019 - 15h19

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Laurindo
    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    Governador acompanhou teste de carga sobre a Ponte Hercílio Luz
    Governador acompanhou teste de carga sobre a Ponte Hercílio Luz
    (Foto: )

    O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) falou à imprensa antes do teste de carga da Ponte Hercílio Luz, considerado o último teste antes da reinauguração da ponte, marcada para o dia 30. O processo consiste na colocação de 48 caminhões de 20 toneladas cada sobre a ponte, somando 960 toneladas sobre a estrutura recém-recuperada.

    Carlos Moisés falou que a entrega da ponte restaurada é uma reaproximação da sociedade com a Ponte Hercílio Luz, um patrimônio histórico que “narra muito da história que aconteceu na Capital”.

    O governador afirmou que a reinauguração ainda não marca o fim das obras. O contrato com a empresa responsável vai até março de 2020, prazo em que está prevista a conclusão da chamada iluminação cênica, que vai iluminar de forma decorativa o monumento turístico de SC. Até lá, a estrutura vai contar apenas com a iluminação funcional.

    O governador foi questionado sobre a CPI da Ponte Hercílio Luz, que analisou os entraves que cercaram a obra nas últimas décadas e que teve o relatório final aprovado nesta quarta-feira pela Assembleia Legislativa. Moisés disse esperar que “não se tenha caça às bruxas”, mas que “os fatos verídicos venham à tona e que a sociedade possa se sentir respaldada pelos órgãos de controle”.

    Moisés defendeu que a Ponte Hercílio Luz seja utilizada para auxiliar o transporte coletivo, evitando impacto ao entorno da ponte que a liberação para automóveis provocaria, e destacou o esforço da equipe da Secretaria de Infraestrutura e da empresa contratada para conseguir concluir a obra no prazo previsto.

    Por fim, o governador falou sobre a expectativa de que o Estado viva uma nova fase a partir da reinauguração:

    A gente quer colocar um ponto final na história de recuperação e começar essa nova história, da devolução desse equipamento aos catarinenses. Mostrar que a gente pode ter orgulho de viver em Santa Catarina".

    Acesse as últimas notícias do NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas