nsc

publicidade

Aniversário

A história da bailarina que largou São Luís (MA) para estudar no Bolshoi em Joinville

Desde 2011 Bruna está no Bolshoi na Rússia e já estrelou grandes espetáculos

15/03/2013 - 09h12 - Atualizada em: 15/03/2013 - 17h49

Compartilhe

Por Redação NSC
Bruna foi estudar na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil aos 12 anos
Bruna foi estudar na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil aos 12 anos
(Foto: )

A maranhense Bruna Gaglianone pisou no palco do Teatro Bolshoi na Rússia em setembro de 2011, encerrando a carreira de estudante e marcando o início da vida profissional. A formação na escola sediada em Joinville influenciou para sua contratação na companhia russa, não apenas pela reconhecida técnica, mas pelo ensino do mesmo método: o Vaganova.

Abrir mão da vida em São Luís (MA) e recomeçar a vida em Joinville, ao lado da mãe e longe do pai, aos 12 anos, foi um dos primeiros percalços superados para o futuro profissional. Depois, vieram o inverno russo, a ausência do sol e o idioma totalmente novo. Hoje, longe da mãe, a saudade da família é um sentimento constante.

A adaptação na Rússia foi natural e aos poucos o espaço foi sendo conquistado. Ela precisou aprender o idioma e compreender a cultura e o estilo de vida dos russos para que o cenário se tornasse mais familiar.

Bruna ainda se considera uma iniciante no mundo da dança, pois o tempo de carreira de um bailarino é em média de 20 anos. Com um histórico admirável e dois anos de trabalho, ela sempre esteve no corpo de baile do Bolshoi russo e conquistou alguns papéis de solista.

Sua grande conquista foi ter participado de todos os atos do balé "Joias de Balanchine", espetáculo em que dançam solistas com tempo consolidado de balé e posições de imponência na dança.

Conheça a história de outros bailarinos que já passaram pelo Bolshoi e brilham nos maiores palcos do mundo:

Cosme Gregory

Denis Vieira

Erick Swolkin

Fellipe Camarotto

Jovani Furlan

Márcio Vinícius Silveira

Stephanine Ricciardi

Deixe seu comentário:

publicidade