O sinal amarelo está ligado no Joinville. As duas últimas derrotas e a presença na zona do rebaixamento do Campeonato Catarinense começam a provocar dúvidas em relação ao trabalho planejado para o futebol do clube. Além de reavaliar o elenco, a direção passou a cogitar uma mudança na comissão técnica, liderada por Fabinho Santos.

Continua depois da publicidade

Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br

Confira a tabela completa e a classificação do Campeonato Catarinense

Oficialmente, ninguém admite a possibilidade. Mas o fato é que a próxima semana será decisiva para a continuidade de Fabinho Santos. Novos tropeços diante de Chapecoense e Brusque obrigarão a diretoria a colocar em prática um plano emergencial.

Continua depois da publicidade

Neste pacote, está a troca do técnico e a contratação de novos jogadores, algo que estava pensado para o fim do Catarinense, quando o time estaria mais próximo da estreia na Série C, grande objetivo do ano.

O próprio Fabinho Santos admitiu, em entrevista coletiva na noite de quarta-feira, logo após o jogo contra Inter de Lages, que se sente ameaçado após os resultados ruins.

– Qualquer treinador na minha posição se sente ameaçado, sim. E eu vejo isso com muita tranquilidade porque futebol é resultado e, infelizmente, nós perdemos duas partidas e isso pesa para qualquer treinador – afirmou.

Continua depois da publicidade

Neste sábado, o JEC tenta a recuperação diante da Chapecoense. A partida ocorrerá na Arena Joinville, a partir das 19h30.

Destaques do NSC Total