nsc
an

Trânsito

Acidente deixa criança gravemente ferida na BR-116, no Planalto Norte de SC

Três carros e uma carreta se envolveram na colisão

13/04/2021 - 12h12

Compartilhe

Cláudia
Por Cláudia Morriesen
foto mostra carro destruído após colisões
Vítimas tiveram que ser desencarceradas de um dos carros
(Foto: )

Um acidente entre uma carreta e três carros deixou três pessoas feridas, entre elas uma criança, na BR-116, em Papanduva, no Planalto Norte de Santa Catarina. A colisão ocorreu na tarde de segunda-feira (12), por volta das 16h30, no Km49, na localidade de Passo Ruim.

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

Segundo os Bombeiros Militares de Canoinhas, a criança estava em um Honda Fit com placas de Maringá (PR). O veículo era dirigido por um homem que 42 anos que estava encarcerado e desorientado quando os socorristas chegaram. Ele foi encaminhado para o Hospital São Sebastião com suspeita de fratura fechada de pelve e traumatismo craniano. 

A menina estava em uma cadeirinha, em estado crítico, com suspeita de hemorragia interna e traumatismo craniano com afundamento. A terceira passageira do carro é uma mulher que estava fora do veículo e em estado de choque, na pista, quando os bombeiros chegaram. Ela foi encaminhada com a criança para o Hospital São Vicente de Paula, de Mafra.

Os outros carros envolvidos no acidente eram um Volkswagen Voyage com placas de Wenceslau Braz (PR) e uma Fiat Fiorino de Belo Horizonte (MG). No primeiro, estavam três homens, de 56 anos, 23 anos e 31 anos de idade, que apresentavam apenas lesões leves e não precisaram ir para o hospital. Uma garota com idade não divulgada apresentava edema na região frontal esquerda do crânio e foi encaminhada para o Hospital São Sebastião.

Na Fiorino, um homem de 52 anos apresentava somente um corte no supercílio direito e não precisou ser levado para o hospital. O motorista do caminhão, um semi reboque de Curitiba, só precisou ser encaminhado para o Hospital São Sebastião para atendimento medico porque estava com os sinais vitais alterados. 

Colunistas