nsc

publicidade

Talento

Adolescente de 15 anos lança marca de roupas em Joinville

Apresentação da primeira coleção criada por Victor Neckel reuniu cerca de 200 pessoas  

15/07/2019 - 19h55

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
(Foto: )

Em alguns casos, a idade não é empecilho para quem quer realizar sonhos altos. Um exemplo disso é a história do adolescente Victor Neckel. Aos 15 anos, o joinvilense, que está no 9o ano do Ensino Fundamental, já lançou sua primeira coleção de roupas desenhadas por ele mesmo e criou sua própria marca. Em um evento realizado em junho no Teatro da Liga, em Joinville, mais de 200 pessoas compareceram para prestigiar as criações, com o desfile de 21 looks.

Victor não sabe precisar onde começou a paixão por moda, mas ele acredita que a influência tenha vindo de família.

– A minha mãe tinha uma loja. Ela até relembrou que, quando eu era pequeno, chegava em casa das viagens a São Paulo com as peças para a loja e eu era o primeiro a correr para selecionar as que eu gostaria de pegar para mim. Eu nem lembrava disso – conta.

Segundo ele, a avó também serviu como grande inspiração em razão da costura. Foi na casa dela, durante as férias de verão, há quatro anos, que Victor desenhou os primeiros traços de suas coleções. Antes disso, ele contou com a ajuda da amiga e vizinha Karolaine para aprender a criar os croquis, além de procurar por aulas online. Karolaine Cristina dos Santos optou por outro caminho, mas Victor continuou com sua grande paixão.

– Nessa época, eu tinha uns 11 anos e não tinha idade suficiente para fazer algum curso. Tanto que consigo fazer só a partir do meio desse ano – explica.

Cinco coleções já criadas

Aos 15 anos, Victor já criou cinco coleções
Aos 15 anos, Victor já criou cinco coleções
(Foto: )

Durante esse período, Victor já criou pelo menos cinco coleções. A quinta foi inaugurada durante o evento e carrega o nome Light Beam (do inglês, raio de luz). Segundo ele, a inspiração veio de uma frase da marca europeia Coco Chanel, bastante conhecida no mundo da moda, que diz: vista-se mal e notarão o vestido, vista-se bem e notarão a mulher.

- Acho uma frase muito marcante e usei para essa coleção porque tive como base o empoderamento feminino; a cultura afro. A gente sempre busca referências e eu costumo dizer que a minha marcar quer que os clientes levem as peças não apenas pelo produto em si, mas também pelo conteúdo. Acho lindo mulheres que se sintam empoderadas, que não dependem dos outros para fazerem o que quiserem. E é isso que quero passar através das roupas: que elas possam sentir esse vigor e que se sintam mais vivas. Que mostrem o brilho que há nelas - completa.

Segundo ele, as coleções não tem uma média específica de looks, mas para a coleção lançada ele desenhou cerca de 50 para selecionar os 21 apresentados no desfile. O evento contou com o apoio de influenciadores digitais de Joinville, apresentações culturais e arrecadações de alimento em parceria com duas Organizações não Governamentais (ONGs) da cidade. Além disso, o adolescente já fechou parceria com duas lojas, uma em Joinville e outra em Barra do Sul, para comercializar os produtos até criar sua própria boutique.

Enquanto isso, as amigas e vizinhas continuam auxiliando com a produção das peças no ateliê na rua de casa. Para o futuro, o desejo de Victor é o de se profissionalizar em outras áreas da moda e se tornar estilista, e, para isso, apoio é o que não falta.

Ele tem futuro. Esse menino vai muito longe ainda - completa a vizinha, Leoni Machado dos Santos.

Victor se inspirou no empoderamento feminino para criação de sua quinta coleção
Victor se inspirou no empoderamento feminino para criação de sua quinta coleção
(Foto: )

Leia outras notícias de Joinville e região.

Deixe seu comentário:

publicidade